O melhor pedaço da Maçã.

Threads ganha preview na web; UE está fora do lançamento

Threads, nova rede social da Meta

Às vésperas do lançamento do Threads (concorrente do Twitter criado pela Meta), empresa disponibilizou um sneak peek de como a sua nova plataforma deverá se parecer quando acessada pela web. Embora tenha ficado de pé por pouco tempo, a página já foi amplamente documentada e trazia um post de boas-vindas do CEO1Chief executive officer, ou diretor executivo. da empresa, Mark Zuckerberg.

Publicidade

O post em questão contava com interações de várias contas famosas, o que incluía perfis brasileiros como o da ex-BBB Juliette, do DJ Alok, do portal gshow (da TV Globo), da apresentadora e atriz Maisa, e mais. No pouco tempo em que a página esteve no ar, apenas pessoas com acesso antecipado ao Threads podiam curtir, compartilhar ou publicar uma resposta.

A interface do Threads, pelo menos nesse preview, era bem básica e não mostrava nada além da publicação de Zuckerberg e um código QR que convidava o usuário a baixar o app da plataforma no seu smartphone. As páginas de perfis, por sua vez, são compostas essencialmente por duas colunas: uma com as publicações do usuário e outra com suas respostas.

Durante o tempo em que a página esteve no ar, foi possível notar que o CEO da Meta tinha algo em torno de 1.800 seguidores apenas, o que nos dá uma melhor noção do número de pessoas inclusas nesse acesso antecipado. O post de boas-vindas em si conseguiu acumular cerca de 1.000 curtidas.

Suporte ao ActivityPub e disponibilidade na União Europeia

Ao mesmo tempo, o chefão do Instagram, Adam Mosseri, explicou em uma publicação que o suporte ao ActivityPub (protocolo usado para fazer publicações em redes descentralizadas, como o Mastodon) não estará disponível em um primeiro momento, embora o Instagram planeje, sim, implementá-lo num futuro próximo.

Publicidade

Essa possibilidade, vale notar, já havia sido confirmada por meio de um alerta no próprio Threads. Como notado pelo TechCrunch, ao tocar no botão threads.net ao lado de um perfil, um aviso sobre essa integração é exibido.

Em breve, você poderá acompanhar e interagir com usuários em outras plataformas, como o Mastodon. Elas também podem encontrar pessoas no Threads usando nomes de usuário completos, como @mosseri@threads.net.

Em outras palavras, uma vez que o suporte ao ActivityPub for implementado, usuários do Threads poderão encontrar perfis e interagir com usuários de outras plataformas como se estivessem interagindo com uma pessoa cadastrada em outra instância do Mastodon, para efeito de comparação. Isso não quer dizer, contudo, que você poderá entrar na sua conta do Threads usando um cliente feito para o Mastodon, por exemplo — o que é bem improvável.

Publicidade

De acordo com Mosseri, essa possibilidade torna o Threads bem mais flexível:

Se você está se perguntando por que isso importa, aqui está um motivo: você pode um dia acabar deixando o Threads, ou, espero que não, acabar sem uma plataforma. Se isso acontecer, você deve ser capaz de levar seu público com você para outro servidor. Ser aberto pode permitir isso.

Como comentamos ontem, o Threads será lançado amanhã em boa parte do planeta, às 11h — o que inclui o Brasil. Usuários residentes na União Europeia, contudo, terão que esperar um pouco mais, já que a Meta ainda não conseguiu adequar o app do serviço às leis de privacidade do bloco.

De acordo com informações do Independent, a Meta planeja importar informações do Instagram para facilitar a implementação de anúncios personalizados no Threads. Essas informações incluem dados sobre comportamento do usuário, localização, saúde e histórico de pesquisas.

Por conta desse imbróglio, o app nem sequer aparece listado nas App Stores de países como Portugal, Espanha e França. Residentes do Reino Unido, contudo, poderão baixá-lo normalmente, uma vez que o país já não faz mais parte da UE e, portanto, não é mais coberto pelas regras da GDPR.

Ansiosos pelo Threads?


Ícone do app Threads, an Instagram app
Threads, an Instagram app de Instagram, Inc.
Compatível com iPhones
Versão 320.1 (128.6 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ícone do app Instagram
Instagram de Instagram, Inc.
Compatível com iPhones
Versão 320.0.0 (269.6 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Notas de rodapé

  • 1
    Chief executive officer, ou diretor executivo.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

“Silo” se manteve a série mais popular do Apple TV+ no Brasil em junho [atualizado]

Próx. Post

Apple Music bane álbum por música com paródia do Vision Pro [atualizado]

Posts Relacionados