O melhor pedaço da Maçã.
FrimuFilms / Shutterstock.com
Dedo tocando no app do Twitter

Twitter volta atrás e agora permite ver tweets sem login

Após fechar a plataforma apenas para usuários logados, o Twitter voltou atrás — ao menos em parte — e já está permitindo a visualização de tweets sem exigir o login. É necessário, contudo, ter o link direto do post e acessá-lo para ver o conteúdo da postagem, a qual é exibida sem as respostas. Ainda não houve nenhum anúncio oficial por parte da empresa.

Publicidade

No mais, ainda é preciso fazer o login para acessar perfis, que seguem sem carregar os tweets — embora mostrem informações como a foto e a bio — como visto pelo desenvolvedor Paul Haddad. Vale lembrar que Elon Musk havia anunciado a necessidade de fazer login para ver posts como medida emergencial e temporária de modo a combater ações que estavam “degradando o serviço”, como a extração de dados excessiva.

De acordo com o TechCrunch, também voltaram a ser exibidas as pré-visualizações ao enviar links de tweets em aplicativos como Slack, WhatsApp, Telegram e iMessage, bem como no Google, o que é crucial para a indexação dos tweets em buscadores. Dessa forma, o Twitter aparenta ter buscado dar uma resposta às críticas em torno da limitação com uma espécie de “solução de compromisso”, que permite ver os tweets, ainda que sem restaurar totalmente o que se tinha antes.

Essa questão da indexação é de fato importante e, como mostrou o Search Engine Roundtable, foi notável o impacto da limitação na quantidade de links do Twitter indexados pelo Google. Antes de rede voltar atrás, o número estava em cerca de 100 milhões, tendo agora voltado a mais de 500 milhões. A visibilidade do site da plataforma também apresentou um pequeno aumento após a flexibilização.

Publicidade

Além das reclamações, a concorrência pode ter sido outro motivo que fez a rede social do passarinho voltar atrás. Após os mais recentes acontecimentos envolvendo o Twitter, o Instagram anunciou o lançamento de uma nova rede, o Threads, que ocorrerá amanhã. A nova plataforma tem uma mecânica parecida com a do Twitter, sendo claro o objetivo de disputar o mesmo mercado.

Vale lembrar que, no Twitter, o limite de tweets que podem ser vistos por dia ainda continua vigorando, o que vem tanto gerando piadas entre os usuários quanto questionamentos em relação à longevidade da rede ante essa nova regra. A justificativa oficial da empresa para ambas as restrições, como dito, é a sobrecarga da plataforma em razão de “níveis extremos de extração de dados e manipulação de sistema”.


Ícone do app X
X de X Corp.
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple TV
Versão 10.29 (254.7 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ícone do app Twitter
Twitter de X Corp.
Compatível com Macs
Versão 9.30 (146.8 MB)
Requer o macOS 11.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na Mac App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

iOS 17, iPadOS 17, macOS 14, watchOS 10 e tvOS 17 ganham terceiras betas [atualizado]

Próx. Post

Smartwatches podem identificar Parkinson antes do diagnóstico

Posts Relacionados