O melhor pedaço da Maçã.

Apple remove podcast após multa na Rússia, mas volta atrás

Reuters
Logo da Apple e bandeira da Rússia

Na semana passada, a Apple foi multada por uma corte na Rússia em razão de não ter retirado conteúdos relacionados à guerra da Ucrânia do Apple News e de outros apps. Os conteúdos, para o juiz que tomou a decisão, continham informações consideradas falsas e que teriam o objetivo de atrair menores para atividades ilegais.

Publicidade

Alguns dias depois, o podcast russo “Что случилось” (“What Happened”, ou “O que Aconteceu”), produzido pelo veículo de mídia independente Meduza — o qual produz conteúdo sobre a Rússia e é baseado na Letônia —, foi retirado do Apple Podcasts. A produção tem como tema “notícias que continuam importantes muito após deixarem de ser notícia” e é uma “fonte vital de análises de profundidade” na Rússia e em outros países, segundo o veículo.

A justificativa dada pela Apple para a remoção foi de que um problema teria sido encontrado com o programa, o qual deveria ser resolvido antes da disponibilização no Apple Podcasts. O mesmo não ocorreu, porém, em outros agregadores, como o do Google e do Spotify, nos quais o programa continuou disponível, sem intercorrências.

Algo importante a se considerar é que, há algum tempo, o Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Mídia de Massa da Rússia (Roskomnadzor) registrou uma reclamação contra o Meduza. Ao alegar que o veículo violou a legislação russa, foi solicitado que a Apple removesse o podcast “What Happened” dos seus servidores. Autoridades russas também já classificaram a mídia independente como “organização indesejável”.

Publicidade

O mais curioso nessa história é o fato de, apenas dois dias depois da remoção do podcast, ele ter voltado ao app da Maçã, também sem muitas explicações sobre o que ocorreu para ele ser retirado e, ainda, o que mudou para que voltasse a ser exibido. O Holod, outro veículo independente que teve o seu podcast removido, também voltou a ficar disponível no Apple Podcasts.

Tachado de “autoridade de censura” da Rússia, o Roskomnadzor já abriu investigações envolvendo empresas como a gigante de Cupertino. O motivo para que tal ato fosse tomado, na época, foi a recusa da Maçã em armazenar dados de cidadãos russos em servidores no país, algo bastante sensível nas legislações sobre proteção de dados e soberania.


Ícone do app Apple Podcasts
Apple Podcasts de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 3.8.7 (3 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via The Verge

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

iOS 17, iPadOS 17, macOS 14, watchOS 10 e tvOS 17 ganham quintas betas

Próx. Post

Nomad lança pulseira que brilha no escuro para o Apple Watch

Posts Relacionados