O melhor pedaço da Maçã.

Apple Podcasts ganha mais detalhes de assinantes, parceria com Linkfire e mais

Apple Podcasts e Linkfire

A Apple anunciou hoje novidades para o aplicativo Podcasts, em especial no que tange ao recurso de assinaturas, lançado em 2021 — e prestes a ganhar novidades com o iOS 17. As funcionalidades anunciadas hoje buscam, mais uma vez, ampliar o controle que os criadores têm sobre as assinaturas, além de expandir outros recursos e divulgar uma parceria que também deverá ajudar produtores de conteúdo da plataforma.

Publicidade

A partir de agora, criadores poderão ver, na aba “Analytics” — dentro do Apple Podcasts Connect —, dados sobre quantas pessoas começaram um teste gratuito da assinatura do podcast, a porcentagem daqueles que converteram o teste em uma assinatura paga e uma estimativa dos proventos gerados. Pode-se, ainda, filtrar as informações a partir do período, do país/da região e do status de assinatura, além de poder comparar o desempenho de planos mensais com o de anuais.

Há, ainda, uma outra aba chamada “Trends”, por meio da qual pode-se visualizar o desempenho das assinaturas ao longo do tempo e usando vários filtros. Além disso, dá para filtrar as informações, por exemplo, pelo status da assinatura (como pessoas que assinam há um ano e há dois anos) com uma exibição que lança mão de recursos visuais. É possível também ver as tendências de ativações, cancelamentos, renovações e afins.

A ideia, como lembrado pelo The Verge, é responder às reclamações sobre as limitações da interface do recurso, oferecendo métricas mais complexas aos criadores. Algo interessante é que, segundo o chefe global de podcasts da Apple, Ben Cave, mais de um terço das assinaturas já feitas no app são anuais, mostrando a boa adesão por parte usuários. A nova interface estará disponível para todos os criadores com ao menos um papel no sistema; os dados que já eram exibidos continuarão a ser mostrados.

Publicidade

E as novidades não param por aí: o recurso Delegated Delivery — que permite a publicação de podcasts diretamente de serviços de hospedagem de terceiros — está ganhando justamente mais parceiros compatíveis. Até o fim do ano, Audiomeans, Captivate, Podspace, Transistor e Podbean ganharão suporte ao recurso, com o último da lista já recebendo a partir de hoje.

Por fim, foi anunciada uma parceria com a plataforma de estatísticas do mercado musical Linkfire. A empresa oferece a possibilidade de criar links “inteligentes”, os quais entregam uma série de dados sobre a interação da audiência com o conteúdo, sem desrespeitar a privacidade dos usuários.

Com o nome de Linkfire for Podcasts, o recurso permitirá, por meio da criação desses links — que deverão levar os usuários para páginas a serem criadas para os podcasts, com os episódios e conteúdo adicional — gerar dados sobre a reprodução. O diferencial é que as informações vão além de métricas simples, informando também sobre o engajamento, como se o usuário reproduziu ou seguiu o programa, tudo isso com dados anonimizados.

Pode ser adicionado ao link inteligente da Linkfire até mesmo um código do programa de afiliados do Apple Podcasts, de modo a integrar ambas as instâncias. O recurso tem uma série de utilidades, incluindo medir o impacto da divulgação de um podcast por meio de um canal específico ou de campanhas, também sendo possível observar a evolução com o tempo.

Publicidade

O objetivo, desse modo, é usar a expertise que a Linkfire já tem na promoção de músicas no âmbito dos podcasts — até porque, segundo o diretor comercial da empresa, existem similaridades no modo por meio do qual as pessoas consomem os dois tipos de mídia. Dessa forma, os criadores terão mais ferramentas para avaliar a popularidade dos seus podcasts do que apenas o número de downloads, por exemplo, podendo também observar o tempo gasto ouvindo os episódios.

Essa novidade estará disponível ainda neste ano, no outono do hemisfério norte (primavera do hemisfério sul). Segundo a Apple, “recursos adicionais” poderão ser desbloqueados “com uma assinatura do Linkfire for Podcasts”, a qual custará US$10 mensais. Não se sabe exatamente o que será gratuito e o que da ferramenta exigirá a assinatura.


Ícone do app Apple Podcasts
Apple Podcasts de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 3.8.7 (3 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Parques nacionais dos EUA são beneficiados em compras com Apple Pay

Próx. Post

App Suporte da Apple agora mostra detalhes sobre lojas próximas

Posts Relacionados