O melhor pedaço da Maçã.

Retrobatch 2 traz atalhos, redimensionamento com IA e mais

Retrobatch 2

Há algum tempo, falamos por aqui do Retrobatch, processador de imagens em lote com recursos de inteligência artificial, que permite a execução de comandos de edição em várias imagens simultaneamente. O aplicativo ganhou agora uma segunda versão, tendo sido adicionados alguns recursos que incrementarão ainda mais a sua usabilidade.

Publicidade

Em matéria de interface, o app agora conta com uma barra de comandos, assim como o Acorn — da mesma desenvolvedora, a Flying Meat Software — e com um modo escuro.Também há suporte nativo a imagens com camadas do Acorn e a capturas de tela, bem como prévias maiores do que você estiver editando, bastando selecionar o conteúdo e pressionar a barra de espaço para que as propriedades da imagem e a prévia maior apareçam.

Em se tratando de recursos, há um bom número de novidades no Retrobatch 2 em relação à versão anterior. Uma delas é uma nova função de redimensionamento de imagens que usa um modelo de IA, permitindo atribuir dimensões até 4x maiores quando comparado ao tamanho original. Os arquivos gerados são também mais leves, sem comprometer a qualidade.

Outra mudança foi a substituição da antiga biblioteca de fotos por um recurso de exportação. O novo modo é mais refinado e permite que você exporte imagens do app Fotos (Photos) ou do iCloud em resolução original, inclusive em formato RAW, podendo transformá-las em HEIC ou mesmo distribuindo-as em várias pastas. Pode-se também exportar as selfies e editá-las.

Temos também suporte ao app Atalhos (Shortcuts), permitindo que se crie fluxos de trabalho com várias imagens ou até para capturar a tela de todas as janelas abertas no Mac. Outras adições foram a possibilidade de adicionar, remover ou modificar dados de localização de imagens e a de converter arquivos PSD e outros para HEIC, JPEG, JPEG-XL, PDF, PNG, WebP ou TIFF.

Há, ainda, uma série de filtros que agora podem ser aplicados às fotos, um recurso para endireitar fotos automaticamente com o modo Auto Level, bem como uma função para reconhecer textos nas imagens e, com isso, filtrá-las usando JavaScript ou outra ferramenta do app.

No que concerne a automações, além do suporte aos Atalhos, há a possibilidade de rodar um novo fluxo sempre que uma imagem for copiada para a área de transferência ou de rodar em um determinado espaço de tempo. Também foram incluídas novas amostras na documentação do app.

O Retrobatch 2 é compatível com o macOS 12 ou mais recente, tanto em Macs com Apple Silicon quanto nos com processador Intel. Ele custa US$20 na versão regular e US$40 (US$25 para quem já tem a primeira versão) ou R$130 anuais na App Store na versão Pro. Há um período de teste grátis de sete dias.


Ícone do app Retrobatch Pro
Retrobatch Pro de Flying Meat Inc.
Compatível com Macs
Versão 2.0.3 (47.7 MB)
Requer o macOS 12 ou superior
GrátisBadge - Baixar na Mac App Store Código QR Código QR

via Daring Fireball

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

iPhone 14 liderou buscas no Google durante a Black Friday no Brasil

Próx. Post

AirJet refrigera o MacBook Air para desempenho atingir o do Pro

Posts Relacionados