O melhor pedaço da Maçã.

Google começará a restringir cookies de terceiros no Chrome em janeiro

Proteção antirrastreamento do Google Chrome

O Google anunciou hoje que, no dia 4 de janeiro de 2024, começará a testar a sua Proteção antirrastreamento com 1% dos usuários do Chrome. Trata-se de um recurso que limitará e restringirá o acesso de sites a cookies de terceiros por padrão — o qual faz parte da iniciativa Privacy Sandbox —, de modo a desativar gradualmente cookies de terceiros para todos a partir do segundo semestre de 2024, como já havia sido afirmado anteriormente.

Publicidade

A ideia é que anunciantes usem dados de navegação anonimizados, substituindo os cookies de terceiros por ferramentas do Google que, segundo a empresa, protegem mais a privacidade do usuários. Houve um tempo de transição para que os desenvolvedores passassem a usar o novo sistema e agora ele deverá começar a ser testado na prática.

Os usuários serão selecionados ao acaso para testar a Proteção antirrastreamento; caso você o seja, será exibido um alerta no Chrome, apenas no desktop ou em um aparelho Android. A partir daí, será possível ativar ou desativar o recurso para sites específicos a partir de um ícone (com formato de olho) que ficará ao lado direito da barra de endereços.

Caso o Chrome perceba que você está enfrentando dificuldades para acessar um site, um alerta será exibido para reabilitar temporariamente os cookies de terceiros para o site em questão. A opção e o alerta serão exibidos no referido ícone, na parte superior da tela.

Publicidade

A ideia do Google com essa mudança é estabelecer um meio-termo entre o rastreamento que ocorre até então na internet e, por outro lado, navegadores que bloqueiam totalmente rastreadores. Alguns grupos porém, como lembrado pelo The Verge, não estão convencidos de que a solução da gigante das buscas é a melhor.

Além disso, órgãos reguladores, como a Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido, estão preocupados quanto à possibilidade de a ferramenta do Google gerar vantagens injustas em matéria de venda de anúncios. A própria empresa afirmou que a expansão da iniciativa só ocorrerá no segundo semestre de 2024 no caso de “questões remanescentes relativas à concorrência”.


Ícone do app Google Chrome
Google Chrome de Google
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 123.0.6312.52 (202.1 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple TV+ divulga imagens de Glenn Close em “The New Look”

Próx. Post

DXOMARK: iPhone 15 Pro também alcança o topo do ranking de selfie

Posts Relacionados