O melhor pedaço da Maçã.

Cocriador do Wunderlist (comprado pela Microsoft) lança Superlist

Superlist

Em 2015, a Microsoft adquiriu a empresa responsável pelo antigo app de listas e tarefas Wunderlist, que foi encerrado em 2020 após ter alguns recursos incorporados ao Microsoft To Do. Agora, uma equipe liderada por Christian Reber, cofundador do app — após tentar o comprar de volta — lançou a versão beta de um aplicativo de gerenciamento de listas: o Superlist.

Publicidade

O app é uma espécie de meio-termo entre uma abordagem mais simplista e outras muito completas, como a do Notion. O design lembra um pouco um bloco de notas, com mais espaços vazios entre as tarefas nas listas, além de uma imagem personalizada ao lado direito e do menu com as abas e listas ao lado esquerdo da interface.

Pode-se adicionar nas listas, além das tarefas/itens, arquivos, imagens, notas, entre outros — algo especialmente útil ao usar as listas de forma colaborativa. Recursos do Superlist incluem uma aba que mostra todos os lembretes/tarefas programadas para o dia e a possibilidade de alternar entre tarefas pessoais e de trabalho.

O app pode se conectar ao Gmail, ao Slack, ao GitHub e a outros, sendo possível importar ou exportar tarefas de forma automática — inclusive, por exemplo, sinalizando um email e transformando-o em uma tarefa. Há, ainda, recursos de inteligência artificial que ajudam nesse processo, com o Superlist tentando entender o que é mais importante para ser exibido.

A ideia é, como dito, oferecer uma experiência completa, mas sem perder o foco das listas, ainda que possibilitando construí-las de forma flexível. Como ainda está em versão beta e em seu início, o app tem algumas lacunas — como, ironicamente, a falta de integração com o Microsoft 365 e, conforme destacado pelo The Verge, a necessidade de dar muitos toques para definir tarefas que se repetem, além de faltarem opções de exportação.

Publicidade

O time por trás do Superlist entende o app como um produto voltado primariamente para usos em equipes de trabalho, mesmo prometendo que ele será gratuito para sempre para usuários individuais. Há um plano Pro, que custa US$8 mensais por usuários e permite ter mais colaboradores, fazer mais uploads, usar mais recursos de IA e mais integrações.

O app está disponível para iOS, macOS [ZIP], Android e tem uma versão web.


Ícone do app Superlist
Superlist de Superlist Software GmbH
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.3.0 (87.4 MB)
Requer o iOS 14.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple remove app que prometia teste de visão mas entregava… pirataria!

Próx. Post

Mais um designer importante da Apple deixará a empresa

Posts Relacionados