O melhor pedaço da Maçã.
BongkarnGraphic / Shutterstock.com
LinkedIn no iPhone

LinkedIn testa feed de vídeos verticais à la TikTok

Depois de o Instagram criar os Reels e de o X (ex-Twitter) adotar uma interface de vídeos semelhante à do TikTok, agora é a vez do LinkedIn de surfar a onda dos feeds de vídeos verticais popularizados pela rede social chinesa. Ainda que o foco do LinkedIn seja a vida profissional/corporativa, a rede social da Microsoft aparenta estar buscando explorar mais uma fronteira, a qual é bastante popular nos dias de hoje.

Publicidade

A empresa confirmou ao TechCrunch a realização dos testes. Como pode ser visto no vídeo abaixo, publicado originalmente por Austin Null, o feed fica em uma nova aba do aplicativo do LinkedIn dedicada a vídeos. A navegação lembra (muito) o TikTok e os Reels do Instagram, com os conteúdos sendo exibidos em tela cheia, na vertical, devendo-se deslizar para baixo para passar para outros vídeos.

🚨 NOVO 🚨 O LinkedIn está testando uma nova experiência de vídeo curto, incluindo uma aba de vídeo dedicada, semelhante ao TikTok, Reels, Shorts, etc.
Créditos para @AustinNull pela descoberta/gravação de tela
Detalhes aqui:
lindseygamble.com/blog/linkedin-…

Como em outras redes — e nas próprias publicações convencionais do LinkedIn —, também é possível curtir os vídeos, deixar comentários ou compartilhá-los. Ainda não há informações sobre o algoritmo usado para selecionar os conteúdos exibidos para cada usuário, algo importante para maximizar o engajamento.

Diferentemente de plataformas como o TikTok, porém, os vídeos no LinkedIn deverão ser focados em assuntos relativos a trabalho e carreira, que são os principais assuntos da rede. Ainda assim, a ideia segue a mesma de aumentar o engajamento e a descoberta de novos conteúdos por meio dos vídeos curtos.

Publicidade

O próprio LinkedIn reconheceu que vídeos estão se tornando um dos formatos desejados pelos usuários para aprender com profissionais e especialistas. Por isso, está sendo testado o novo formato para que os usuários descubram vídeos relevantes.

O recurso, porem, está nos primeiros estágios de testes, de modo que a maioria das pessoas ainda não terá acesso à nova tela por ora. Vale notar que há criadores que se dedicam a assuntos relativos a conselho sobre carreira e vagas no próprio TikTok — com certo sucesso, inclusive. Ou seja, o LinkedIn aparenta estar buscando atrair pessoas que se interessam por esses temas e preferem o formato de vídeos curtos da rede chinesa.

Para os criadores, o ambiente também pode ser mais propício para tratar dessas questões, na medida em que a rede é dedicada a isso, obtendo potencialmente mais alcance. Também poderá haver algum programa de monetização no futuro para atrair mais pessoas para criar conteúdo, como no TikTok.

Além disso, como também repercutido pelo TechCrunch, o LinkedIn vem buscando atrair usuários que estão desanimando do X para se expandir no mercado. Ainda que seja focada em assuntos de carreira e vagas de emprego, a plataforma vem atraindo pessoas mais jovens interessadas nessas temas. A adoção do novo formato poderá potencializar essa expansão ainda mais.


Ícone do app LinkedIn: Pesquisa de Emprego
LinkedIn: Pesquisa de Emprego de LinkedIn Corporation
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 9.1.363 (370.8 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Criminosos estão usando versão falsa do CleanMyMac X para invadir Macs

Próx. Post

Novo combo Signature Slim da Logitech foca em produtividade e custo

Posts Relacionados