O melhor pedaço da Maçã.

Possível recurso do Safari 18 está preocupando jornais do Reino Unido

PixieMe / Shutterstock.com
Safari no macOS

A história de que a Apple irá incluir, no Safari 18, uma ferramenta capaz de remover anúncios e porções inteiras de páginas da web ainda não passa de um rumor, mas já está despertando a ira de veículos de mídia digitais, os quais temem que suas receitas com publicidade caiam por causa desse suposto novo recurso.

Publicidade

Em uma carta enviada à Apple no Reino Unido, a qual foi vista pelo Financial Times, a News Media Association (NMA) — organização formada por mais de 900 veículos de mídia do país — disse que plataformas como navegadores e redes sociais são importantes não só para que o público tenha acesso ao jornalismo, mas também para que esses veículos possam “monetizar o seu conteúdo em um mercado digital”.

[…] o bloqueio de anúncios é um instrumento contundente que frustra a capacidade dos criadores de conteúdos de financiarem o seu trabalho de forma sustentável e pode fazer com que os consumidores percam informações importantes que, de outra forma, lhes teriam sido muito úteis.

Além da questão monetária, também foram levantadas preocupações editoriais, já que, ao permitir que usuários apaguem seções inteiras de sites, a “Web Eraser” (como o recurso tem sido chamado) poderia alterar fundamentalmente o conteúdo de um artigo, por exemplo. O grupo, inclusive, convocou uma reunião com a Apple para discutir os impactos dessa função.

Entre os principais veículos de mídia que fazem parte da NMA, temos nomes como The Times, The Guardian e The Daily Telegraph. Segundo o FT, muitos desses veículos já notaram quedas nos investimentos em anúncios por conta de recursos parecidos em outros browsers e plataformas.

Essa, vale notar, não é a primeira vez que a Apple enfrenta esse tipo de resistência. Em 2021, com a introdução do Transparência do Rastreamento de Apps (App Tracking Transparency, ou ATT), que passou a limitar a quantidade de dados que aplicativos podem coletar entre si de usuários, plataformas como a Meta reclamaram bastante do seu impacto no direcionamento de anúncios — embora isso não tenha resultado em muita coisa, no fim das contas.


Ícone do app Safari
Safari de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhones Compatível com o Apple Vision Pro
Versão 2.3 (1 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Estrelas do Apple TV+ marcam presença na cerimônia dos BAFTA TV Awards

Próx. Post

Apple Music lança lista com os 100 melhores álbuns musicais da história

Posts Relacionados