O melhor pedaço da Maçã.
iPad Pro (M4) desmonte

iFixit revela bateria menor do novo iPad Pro; Apple Pencil Pro é irreparável

Como já é tradição sempre que a Apple lança um novo dispositivo, a iFixit desmontou o novo iPad Pro de 13 polegadas (assim como tentou fazer o mesmo com o Apple Pencil Pro) com detalhes sobre a construção do produto, bem como sobre questões relacionadas a reparabilidade.

Publicidade

No processo de desmonte, a firma de reparos apontou duas grandes novidades para o novo aparelho. A primeira, como já conhecemos bem, é a tela tandem OLED 1Organic light-emitting diode, ou diodo emissor de luz orgânico., a qual foi descrita pela Apple como sendo uma espécie de camada dupla de painéis projetada para fornecer mais brilho ao iPad durante o seu uso.

De acordo com a iFixit, tecnicamente, a forma como a Apple apresentou a tecnologia é um pouco “enganosa”. Há apenas uma pilha OLED tradicional, mas a diferença é que ela foi alterada para “aumentar o número de camadas de eletroluminescência na pilha vertical de cada diodo”.

Isso resulta em um aumento na quantidade de luz e cor que cada diodo pode transmitir — o que é semelhante a dois painéis OLED empilhados, mas ainda um único componente. Outro benefício da tecnologia, segundo a firma, é um aumento na vida útil da tela.

YouTube video

Avanço na bateria, mas retrocesso em outros componentes

O outro grande destaque no teardown foi a bateria — ou melhor dizendo, a facilidade com a qual ela pode ser removida. De acordo com a iFixit, é a primeira vez que é possível remover o componente imediatamente após a tela — embora a remoção do próprio display ainda seja algo a se ter muita cautela.

Publicidade

Quanto às especificações da bateria em si, ela passou de 40,33 watts-hora para 38,99Wh, bem como sofreu uma queda no número de células de quatro para duas (de 19,91Wh cada). Essas mudanças foram resultadas do esforço da Apple para criar o aparelho mais fino que qualquer outro já lançado pela empresa.

Embora tenha resultado em um design mais elegante e portátil, essa decisão da Maçã acabou prejudicando algumas coisas no aparelho em termos de reparabilidade — como a necessidade de colar determinados componentes por não haver espaço para colocar parafusos, por exemplo.

Publicidade

Outro downgrade mencionado diz respeito ao armazenamento. Agora, a exemplo dos MacBooks Air (com chip M2), os modelos com 256GB contam com apenas um único chip de armazenamento flash NAND — o que deverá torná-lo mais lento em relação aos modelos com mais armazenamento interno.

O Apple Pencil continua irreparável

Com o Apple Pencil Pro, a companhia lançou uma nova variante do poderoso acessório para iPads, mas ela continua tão “irreparável” quanto os outros modelos e gerações do produto já lançadas pela empresa.

O responsável pelo teardown chegou a se machucar (com direito a sangue saindo de seus dedos), mas não conseguiu desmontar o acessório sem quebrá-lo — o que significa que o fim da bateria representa também o fim da sua vida útil.


Comprar iPads Pro de Apple Preço à vista: a partir de R$11.069,10
Preço parcelado: a partir de R$12.299,00 em até 12x
Telas: 11 ou 13 polegadas
Cores: prateado ou cinza-espacial
Capacidades: 256GB, 512GB, 1TB ou 2TB
Conectividade: Wi-Fi ou Wi-Fi + Cellular

Comprar Apple Pencil Pro de Apple Preço à vista: R$1.349,10
Preço parcelado: R$1.499,00 em até 12x

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão sobre vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Notas de rodapé

  • 1
    Organic light-emitting diode, ou diodo emissor de luz orgânico.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple poderá substituir a cor titânio azul por tom de rosa nos “iPhones 16 Pro”

Próx. Post

★ Guia completo: como transferir conversas do WhatsApp do iPhone para Android de forma fácil e rápida

Posts Relacionados