O melhor pedaço da Maçã.

Apple Intelligence é revelada com várias funções; ChatGPT será integrado à Siri

Com o iOS 18, o iPadOS 18 e o macOS Sequoia 15, a Apple vai disponibilizar o seu aguardado sistema na seara da inteligência artificial generativa — chamado Apple Intelligence (como já especulado).

Publicidade

Com a premissa de ser “profundamente integrado” às suas plataformas, ele permitirá que os próximos sistemas operacionais da companhia compreendam linguagens, imagens, ações e contexto pessoal.

Em termos de texto, a tecnologia possui compreensão profunda da linguagem natural, permitindo novas ferramentas de escrita em todos os sistemas — seja reescrever ou revisar texto automaticamente nos apps Mail, Notas (Notes), Safari, Pages, Keynote e até em aplicativos de terceiros.

Ele também oferece recursos relacionados a fotos — bem como emojis e GIFs — permitindo não só criar novas imagens, mas personalizá-las para conversas específicas (como criar uma foto de um amigo rodeado de balões para desejar feliz aniversário a ele).

A Apple Intelligence também pode realizar ações em aplicativos — como, por exemplo, abrir os arquivos compartilhados com uma pessoa ou mostrar fotos de alguém em específico e até reproduzir algum podcast que foi indicado.

Algumas das funções em apps incluem:

  • Mail: a Apple Intelligence trará as Mensagens Prioritárias, uma nova seção na parte superior da Caixa de Entrada que mostra os emails mais urgentes. Além disso, em vez de exibir as primeiras linhas de cada email, o sistema poderá mostrar resumos sem precisar abrir uma mensagem. Para tópicos longos, os usuários poderão visualizar detalhes pertinentes com apenas um toque, enquanto a Smart Reply fornecerá sugestões para uma resposta rápida e identificará perguntas em um email.
  • Notificações: a compreensão profunda da linguagem também se estende às notificações, de modo que aquelas prioritárias aparecerão no topo do conjunto para revelar o que é mais importante, enquanto os resumos ajudam os usuários a verificar notificações longas ou empilhadas para mostrar detalhes importantes diretamente na tela Bloqueada. Para ajudar os usuários a permanecerem focados, um novo modo de Foco chamado Reduzir Interrupções exibirá apenas as notificações que podem precisar de atenção imediata.
  • Mensagens: levando o emoji a um nível totalmente novo, usuários poderão criar um Genmoji para se expressarem, podendo criar até mesmo Genmojis de amigos e familiares com base em suas fotos. Assim como o emoji, o Genmoji pode ser adicionado às mensagens ou compartilhado como um adesivo ou uma reação em um Tapback.
  • Fotos: a busca por fotos e vídeos será aprimorada, podendo ser usada para pesquisar fotos específicas. A pesquisa em vídeos também se torna mais poderosa com a capacidade de encontrar momentos específicos em clipes para que os usuários possam visualizá-los diretamente. Além disso, a nova ferramenta Clean Up pode identificar e remover objetos indesejados de uma foto — sem alterar acidentalmente o principal. Nas Memórias, os usuários poderão criar a história que desejam ver simplesmente digitando uma descrição. Os usuários ainda receberão sugestões de músicas que correspondam à sua memória no Apple Music.
  • Notas e Telefone: nos aplicativos Notas e Telefone, será possível gravar, transcrever e resumir áudio. Quando uma gravação for iniciada durante uma chamada, os participantes são notificados automaticamente e, assim que a chamada termina, a Apple Intelligence gerará um resumo para ajudar a relembrar os pontos principais.

A empresa também anunciou uma novo app/recurso que faz uso das capacidades da Apple Intelligence: trata-se do Image Playground, a partir do qual os usuários poderão criar imagens divertidas em segundos, escolhendo entre três estilos: Animação, Ilustração ou Esboço. Todas as imagens são criadas no dispositivo, dando aos usuários a liberdade de experimentar quantas imagens quiserem.

Com o Image Playground, os usuários podem escolher entre uma variedade de conceitos em categorias como temas, fantasias, acessórios e locais. Basta adicionar uma descrição para definir uma imagem, escolher alguém de sua biblioteca pessoal de fotos para incluir em sua imagem e definir seu estilo favorito.

O Image Playground é fácil de usar e terá um app dedicado, além de ser integrado nos apps Mensagens — de modo a criar rapidamente imagens divertidas e até mesmo exibir sugestões personalizadas de conceitos relacionados às suas conversas —, Notas, Freeform, Keynote e outros.

Em termos de privacidade, a Apple destacou que os usuários “controlam seus dados”. Assim, quando você faz uma solicitação, a Apple Intelligence analisará se ela pode ser realizada no dispositivo. Se precisar de mais capacidade computacional, ele envia os dados necessários para servidores alimentados pelo Apple Silicon. Os dados não são armazenados e são usados ​​apenas para suas solicitações.

Siri e integração ao ChatGPT

Naturalmente, a principal beneficiada pelo novo sistema é a Siri — que ganhou um novo visual, sendo exibida nas bordas de iPhones, sem ocupar o espaço da tela. A assistente também estará integrada mais profundamente ao que está sendo executado, além de incluir recursos de compreensão avançados — permitindo fazer correções em tempo real mantendo o contexto conversacional.

Será possível, ainda, digitar para a “nova” Siri. Desse modo, bastará tocar duas vezes na parte inferior da tela para abrir um teclado para interagir com a assistente. Segundo a Apple, a Siri armazenará informações sobre recursos e configurações para ajudá-lo a fazer algo no iPhone, no iPad ou no Mac. Assim, ao descrever um recurso, a Siri poderá encontrá-lo para você.

Além desses avanços, outra grande novidade é a tão falada integração de LLMs de terceiros — incluindo o ChatGPT, da OpenAI. Assim, a assistente da Apple terá suporte integrado ao GPT-4o. Com isso, a Siri poderá determinar se as perguntas podem ser respondidas pelo ChatGPT e pedirá sua permissão para isso. Será possível fazer perguntas relacionadas a documentos, fotos ou PDFs.

O ChatGPT também estará disponível nas ferramentas de escrita de todo o sistema da Apple, que ajudam os usuários a gerar conteúdo para qualquer coisa sobre o qual estejam escrevendo. Com o Compose, os usuários também podem acessar as ferramentas de imagem ChatGPT para gerar imagens em uma ampla variedade de estilos para complementar o que estão escrevendo.

Essa integração não requer uma conta do ChatGPT e, assim, também não será cobrada — assinantes dos planos do serviço da OpenAI, porém, poderão acessar recursos pagos com a Siri conectando suas contas a ela. A Apple garante que as solicitações não serão registradas e revelou que o suporte para outros modelos de IA são planejados para o futuro.

As novidades estarão disponíveis nos iPhones 15 Pro/15 Pro Max, bem como em iPads e Macs com o chip M1 ou posteriores. Além disso, isso será disponibilizado no verão (do hemisfério norte) em inglês inicialmente nos Estados Unidos e será liberada em versão beta como parte do iOS 18, do iPadOS 18 e do macOS Sequoia 15.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

macOS Sequoia 15 incluirá espelhamento do iPhone, novo app Senhas e mais!

Próx. Post

iOS 18, iPadOS 18, macOS 15, watchOS 11, visionOS 2 e tvOS 18 ganham primeiras betas [atualizado]

Posts Relacionados