O melhor pedaço da Maçã.

Apple já rejeitou (duas vezes) a loja da Epic Games na União Europeia [atualizado: aprovada!]

FellowNeko / Shutterstock.com
Apple vs. Epic Games

Cerca de uma semana após anunciar o envio da sua loja de jogos e do game Fortnite para o processo de notarização exigido pela Apple — para a publicação de lojas alternativas à App Store na União Europeia —, a Epic Games anunciou hoje que a Maçã já rejeitou o pedido duas vezes.

Publicidade

Segundo publicado pelo perfil de imprensa da Epic em um fio no X (ex-Twitter), a Apple está alegando que o design e a posição do botão “Instalar” da Epic é muito similar ao botão “Obter” da App Store, bem como o rótulo de “Compras dentro do App”.

A Epic, no entanto, afirma estar usando as mesmas convenções de nomenclatura utilizadas em lojas de apps populares em diversas plataformas, bem como seguindo convenções padrão para botões em apps para iOS — tanto no de instalação quanto no de rótulo para compras internas.

Estamos apenas tentando construir uma loja que os usuários móveis possam entender facilmente, e a divulgação de [que há] compras no aplicativo é uma prática regulatória recomendada por todas as lojas hoje em dia.

Para a empresa, a rejeição da loja é arbitrária, obstrutiva e uma violação da Lei dos Mercados Digitais (Digital Markets Act, ou DMA) da União Europeia, a qual obrigou a Apple a aceitar lojas de aplicativos de terceiros no iOS/iPadOS em países do bloco.

Publicidade

A Epic afirmou já ter compartilhado suas “preocupações” com a Comissão Europeia, destacando que continuará a postos para lançar a Epic Games Store (e, consequentemente, o jogo Fortnite) para iOS na União Europeia nos próximos meses.

Procuradas pela agência de notícias Reuters, a Apple e a Comissão Europeia optaram por não comentar de imediato as declarações da Epic.

Atualização, por Luiz Gustavo Ribeiro 05/07/2024 às 18:18

Horas após a reclamação pública da Epic, a Apple divulgou que aprovou a loja de jogos para iPhones e iPads da desenvolvedora na Europa.

Publicidade

Conforme divulgado pela Reuters, a Apple disse que as rejeições anteriores estavam ligadas à loja em si e não tinham relação com o jogo Fortnite, que consequentemente será liberado nas plataformas da Maçã com a chegada da loja à UE.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Apple é obrigada pela Rússia a remover 25 VPNs da App Store do país

Próx. Post

Filme do Apple TV+ sobre a Fórmula 1 ganha título e pôster oficial

Posts Relacionados