O melhor pedaço da Maçã.

Samsung anuncia Galaxy Z Fold6 e Z Flip6, Watch Ultra, Ring, novos Buds e mais!

Divulgação/Samsung

A Samsung anunciou hoje, durante o evento Unpacked em Paris (França), as novas gerações dos seus smartphones dobráveis, os Galaxy Z Fold e Z Flip, bem como novos dispositivos vestíveis e acessórios.

Publicidade

Cheios de inteligência artificial e com especificações técnicas parrudas, os novos dispositivos chegam para entregar a mesma experiência da linha Galaxy S24 para quem prefere a flexibilidade dos smartphones dobráveis.

Vamos dar uma olhada em tudo?

Galaxy Z Fold6

Já em sua sexta geração — como o tempo passa rápido, não é mesmo? —, o Galaxy Z Fold ganhou um novo design com telas ligeiramente mais largas, mas pouquinho mais baixas. A tela externa, que lembra um smartphone tradicional, tem agora 6,3 polegadas, enquanto a interna possui uma dimensão de 7,6″. Além disso, ambas contam com a tecnologia Dynamic AMOLED 1Active-matrix organic light-emitting diode, ou matriz-ativa de emissão de luz orgânica por diodos. 2, vale notar, além de manterem a taxa de atualização variável (até 120Hz) das gerações anteriores.

O modelo também está mais resistente, já que agora ele conta a certificação IP48 contra água e poeira — algo ainda raro entre aparelhos dessa categoria, o que é um diferencial e tanto. Até então, ele só trazia a certificação IPX8, que só garantia uma maior resistência contra água.

Embaixo do capô, o Galaxy Z Fold6 tem o poderosíssimo Snapdragon 8 Gen 3 for Galaxy — uma versão personalizada do chip da Qualcomm feita para rodar especificamente nos dispositivos da fabricante sul-coreana —, que deverá garantir um desempenho forte em uma variedade de tarefas por alguns bons anos. Ele também traz 12GB de RAM 2 Random access memory, ou memória de acesso aleatório..

No departamento das câmeras, as novidades foram mais contidas. Na parte de fora do Galaxy Z Fold6, temos as mesmas três câmeras de sempre (lentes principal, ultra-angular e telefoto), com 50, 12 e 10 megapixels, respectivamente. A teleobjetiva tem um zoom máximo de 3x, enquanto a câmera frontal interna tem uma resolução de 4MP e a externa, de 10MP.

Publicidade

Mesmo mais fino (12,1 milímetros fechado; 5,6mm aberto) e leve (239 gramas), o dobrável segue com sua bateria de 4.400mAh. Ainda assim, ele ainda deverá ter uma autonomia maior que a do seu antecessor, graças às melhorias de software implementadas pela Samsung com o novo modelo.

E por falar em software, o dispositivo vem com a One UI 6.1.1 de fábrica, a qual está recheada de recursos de inteligência artificial — muitos dos quais já vimos com o lançamento da linha Galaxy S24, no início do ano. Essa interface roda em cima do Android 14, a versão mais recente do sistema operacional do Google.

De acordo com a Samsung, o Galaxy Z Fold6 (512GB de armazenamento) sai a partir de R$13.799 no Brasil nas cores prata, rosa, azul-marinha e preta. As vendas, vale notar, começaram hoje, e os primeiros dispositivos serão entregues no dia 22 de julho.

Galaxy Z Flip6

A outra estrela do dia, o Galaxy Z Flip6 mantém vários dos mesmos atributos que o fizeram se tornar um dos dobráveis mais populares do mundo. Temos a mesma tela de 6,7″ (Dynamic AMOLED, até 120Hz) na parte interna e um display de 3,4″ (Super AMOLED, até 60Hz) na parte externa para notificações e outras ações rápidas, a qual divide espaço com as duas câmeras principais do dispositivo (uma principal de 50MP e uma ultra-angular de 12MP).

Publicidade

Ao contrário do seu irmão maior, o Galaxy Z Flip6 traz algumas melhorias mais empolgantes nos seus sensores. De acordo com a Samsung, o modelo chega com uma “experiência de Galaxy S24” na hora de capturar fotos e vídeos, o que inclui um novo zoom automático em fotos com a tela flexível, bem como os recursos Super HDR e Nightography — que agora também estão integrados ao app oficial do Instagram.

O smartphone traz o mesmo Snapdragon 8 Gen 3 for Galaxy em suas entranhas e os mesmos 12GB de RAM do Galaxy Z Fold6, garantindo performance de ponta. Assim como o seu irmão maior, ele também conta com conectividade 5G, Wi-Fi 6E, Bluetooth 5.3 e NFC 3 Near field communication, ou comunicação de campo próximo..

A Samsung também destacou que o dobrável traz uma bateria com os mesmos 4.000mAh do Galaxy S24, embora continue suportando carregadores de, no máximo, 25W. Ainda segundo a fabricante, isso é o suficiente para garantir 4 horas a mais de autonomia em relação ao modelo anterior.

Divulgação/Samsung

O Galaxy Z Flip6 sai por R$7.999 na versão com 256GB de armazenamento e por R$8.999 na versão com 512GB, além de poder ser adquirido nas cores azul, amarelo, verde e preta. As entregas também começarão no dia 22/7.

Galaxy Watch7

Também tivemos novos smartwatches nesta quarta-feira. Um deles foi o Galaxy Watch7, rival direto do Apple Watch Series 9 (e do vindouro “Series 10/X”) e que mantém a mesma fórmula do Watch6.

O relógio segue com o design circular, além de estar disponível nos seguintes tamanhos: 40mm e 44mm. Não temos, desta vez, a coroa lateral, o que poderá desapontar fãs de botões físicos.

O relógio vem equipado com a plataforma Exynos W1000, a primeira para smartwatches do mundo feita num processo de 3 nanômetros. Além disso, ela conta com 5 núcleos, contra apenas 2 do modelo anterior.

O Galaxy Watch7 é equipado com a tecnologia de saúde BioActive (que agora conta com 13 sensores) e, assim como as duas gerações do Apple Watch Ultra, traz um GPS 4Global positioning system, ou sistema de posicionamento global. de banda dupla, o que garantirá uma maior precisão em trilhas e outros exercícios que dependam da geolocalização.

Disponível em quatro versões, o Galaxy Watch7 sai a partir de R$2.499 na sua versão Bluetooth com 40mm. Quem comprar o relógio até o dia 22/7 ganhará uma pulseira Fabric de graça.

Galaxy Watch Ultra

O grande destaque do dia quando o assunto são relógios inteligentes, o Galaxy Watch Ultra chega para competir diretamente com o Apple Watch Ultra. E, para isso, ele empresta vários elementos de design e software do dispositivo da Maçã — coisa que se estende até mesmo para as suas pulseiras.

Com um design mais robusto e resistente, o Galaxy Watch Ultra é destinado para fãs de atividades físicas mais radicais. A sua caixa, assim como a do seu irmão menor, é redonda, mas troca o alumínio pelo titânio — o que também ajuda a lhe dar um aspecto mais premium.

Com certificação IP68, ele pode ficar até 100 metros submerso na água do mar, além de funcionar perfeitamente em locais com uma temperatura entre −20°C e 55ºC. Assim como o Apple Watch Ultra, ele traz um sirene de emergência a qual pode soar um alerta de até 86dB, que pode ser ouvido a uma distância de até 180 metros.

Como o Galaxy Watch7, o modelo mais parrudo também conta com uma série de recursos de IA. Um deles, chamado Pontuação de Energia Corporal, faz um resumo de métricas envolvendo batimentos cardíacos, exercícios e medição do sono. Desta forma, o usuário consegue saber exatamente o que priorizar no próximo dia para tornar sua saúde mais balanceada.

Donos desses relógios também podem usar IA para “prever” qual será sua frequência cardíaca em um determinado momento (como durante um exercício físico), bem como gerar respostas mais completas e naturais para notificações levando em conta o conteúdo de uma conversa.

Quem emparelhar o relógio com um smartphone da Samsung também poderá aproveitar o gesto de pinçar duas vezes, que deixa você interagir com um app sem precisar levar o dedo até a tela do relógio ou do telefone (cof, cof, Double Tap, cof, cof).

O Galaxy Watch Ultra está disponível apenas no modelo de 44mm com conexão celular, que sai por R$4.999. Quem comprar o relógio até o dia 22/7 ganhará, ainda, uma pulseira Trail na cor preta.

Galaxy Buds3 e Buds3 Pro

Também oficialmente anunciados hoje, os Galaxy Buds3 e Buds3 Pro foram outros que causaram polêmica recentemente pela sua semelhança com produtos da Apple — mais especificamente, os AirPods.

O Galaxy Buds3 chegam com um design mais parecido com o dos AirPods de terceira geração, ou seja, sem as famosas pontas de silicone que entram no canal auditivo do usuário.

Com suporte a áudio de alta fidelidade, eles também são compatíveis com áudio em 360º e o novo codec UHQ, projetado pela própria Samsung. Além disso, também é possível deslizar as hastes laterais (que contam com luzes de LED) para realizar comandos como aumentar ou diminuir o volume.

O Galaxy Buds3 Pro traz os mesmos recursos do modelo de entrada, mas conta com pontas de silicone e o recurso de cancelamento ativo de ruído (ANC, na sigla em inglês). E por falar nisso, o dispositivo usa IA entender o posicionamento do fone na orelha de modo a entregar uma melhor equalização e aprimorar o ANC, que analisa o ambiente do usuário para bloquear ainda mais sons indesejados.

Ainda na seara do Galaxy AI, temos um recurso (em ambos os fones) que serve como uma espécie de intérprete em tempo real assim que o usuário coloca os Galaxy Buds na orelha, e está disponível em 16 idiomas — incluindo o português.

Eles trazem também a certificação IP57 contra água e poeira e possuem uma autonomia de 4,5 horas em chamadas de voz ou 6 horas de música com ANC ativado (totalizando 20 e 26 horas contando com o estojo de carregamento). Esses números aumentam para 5 horas em chamadas de voz ou 7 horas de música com o ANC desativado (totalizando 22 e 30 horas contando com o estojo de carregamento).

Ambos os modelos podem ser adquiridos nas cores branca e cinza por R$1.699 e R$2.199, respectivamente.

Galaxy Ring

O aguardadíssimo Galaxy Ring também ganhou mais detalhes no evento de hoje. Com um design minimalista em titânio, ele será vendido em nove tamanhos diferentes e funcionará apenas com smartphones da Samsung. Ao contrário dos anéis inteligentes da Oura — principal concorrente da marca sul-coreana nesse mercado —, porém, ele não exigirá o pagamento de uma mensalidade.

Com um design côncavo para evitar riscos, o anel pesa entre 2,3g e 3g (a depender do tamanho escolhido) e pode ser adquirido em três cores: titânio preto, titânio prata e titânio dourado. A bateria do anel, que pode ser alimentada com a ajuda de um estojo de recarga, tem uma autonomia de até 7 dias, de modo que 30 minutos na tomada já são suficientes para tirá-la dos 0% e levá-la até 40%.

O Galaxy Ring traz um acelerômetro e sensores de PPG e temperatura da pele. De acordo com a Samsung, ele pode ser usado para o monitoramento de sono e indicadores vitais. Ele também serve para o monitoramento de exercícios físicos e até consegue detectar automaticamente quando o usuário inicia uma caminhada ou corrida.

O anel não vibra e nem emite qualquer som. É possível, porém, usá-lo para interagir com o seu smartphone à distância tocando as pontas dos dedos — mais uma vez, assim como no caso do recurso Double Tap, dos Apple Watches mais recentes.

Com certificação IP68 contra água ou poeira, ele aguenta até 10ATM de pressão.

Vendido por US$400, o Galaxy Ring ainda não tem data para aterrissar em terras brasileiras, embora isso ainda deverá acontecer neste ano, segundo a Samsung Brasil.

Notas de rodapé

  • 1
    Active-matrix organic light-emitting diode, ou matriz-ativa de emissão de luz orgânica por diodos.
  • 2
    Random access memory, ou memória de acesso aleatório.
  • 3
    Near field communication, ou comunicação de campo próximo.
  • 4
    Global positioning system, ou sistema de posicionamento global.

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Cresce o número de pessoas que estão usando seus Macs por mais tempo

Posts Relacionados