Apple Retail Stores estão entre as oito mais visitadas por brasileiros em suas viagens para os Estados Unidos

Veja você: a American Express, emissora do GlobalTravel Card, traçou o perfil dos clientes brasileiros de seu cartão de viagem pré-pago — com o aumento do IOF, muitas pessoas agora preferem viajar com este tipo de cartão, evitando assim maiores surpresas.

De acordo com os dados divulgados, 56% empregam a maior parte dos valores carregados no cartão em compras no varejo, sendo eletrônicos os produtos mais comprados — lembrando que estamos falando de compras realizadas nos Estados Unidos. A empresa também conseguiu montar uma espécie de ranking, mostrando as lojas norte-americanas onde os brasileiros mais gostam de comprar. Você arriscaria dizer em qual posição estão as Apple Retail Stores?

Apple Store, Fifth Avenue

Surpreendentemente, elas ocupam a 2ª posição do ranking(!), perdendo apenas para a rede Best Buy. A lista traz ainda Macy’s (3ª), Walt Disney (4ª), Abercrombie & Fitch (5ª), GAP (6ª), Nike (7ª) e Saks Fifth Avenue (8ª).

Impressionante como a visibilidade da Apple e de seus iProducts cresceu no Brasil. Há cinco anos a Apple era uma empresa de nicho: apenas agências, estúdios e alguns poucos indivíduos usavam produtos da empresa no Brasil. Hoje, depois da chegada do iPhone — na minha opinião, o divisor de águas, pelo menos aqui no mercado brasileiro —, o “Efeito Halo” entrou em ação e cada vez mais vemos pessoas conhecendo e desejando um produto estampado pela Maçã.

Não à toa, os rumores sobre a iTunes Store e uma Apple Retail Store brasileira estão mais quentes do que nunca. Sem contar com a fábrica da Foxconn instalada em Jundiaí, a primeira fora da China — apesar das reclamações de sempre, é inegável que o Brasil está, sim, na mira da empresa.

[via EXAME.com]

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeitosas e construtivas. O espaço acima é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido). Em caso de insistência, o usuário poderá ser banido.