O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apps anônimos que capturavam dados de usuários de iOS são removidos da App Store

Sensor Tower

Se você lê o MacMagazine com alguma regularidade, certamente já viu algum artigo nosso citando dados da Sensor Tower, uma das maiores firmas de estatística do mundo dos aplicativos e da computação móvel. Pois hoje a empresa está sob os holofotes da imprensa tecnológica por um outro motivo… um tanto menos agradável, eu diria.

Publicidade

O BuzzFeed News descobriu que uma série de aplicativos (até então) disponíveis na App Store e no Google Play, especialmente nas categorias de VPN e bloqueadores de anúncios, estavam secreta e irregularmente capturando dados de usuários para a Sensor Tower. Nenhum dos apps em questão tinha qualquer ligação explícita com a firma nem qualquer indicação de que os dados dos usuários seriam coletados por ela.

Segundo a reportagem, a Sensor Tower começou a distribuir esses aplicativos — mais de 20 deles, segundo a apuração — nas lojas de aplicativos em 2015, e eles já foram baixados coletivamente mais de 35 milhões de vezes. Um dos apps em questão, chamado Adblock Focus, foi removido da App Store apenas após o contato do BuzzFeed News com a Apple chamando atenção para o fato.

Ao menos um aplicativo do grupo, o Luna VPN, continua disponível na App Store. No iOS, o app funciona da seguinte forma: ele envia uma notificação ao usuário oferecendo a opção de bloquear anúncios do YouTube. Tocando nela, o usuário é instruído a instalar um certificado de root pelo Safari, transpassando limitações do próprio iOS e permitindo que a Sensor Tower colete dados de navegação e uso do aparelho. Isso, claro, é deveras proibido pelas diretrizes da App Store.

Publicidade

O chefe de estatísticas móveis da Sensor Tower, Randy Nelson, afirmou que os apps não eram explicitamente associados à firma por razões de segredos de concorrência, e que muitos dos aplicativos foram naturalmente descontinuados — e não retirados da loja pela Apple, como afirmou por um próprio porta-voz de Cupertino. Ele também defendeu as práticas da empresa, afirmando que os apps em questão “não coletam informações sensíveis, como senhas ou nomes de usuários”.

Segundo Nelson:

Quando você considera a relação entre esses tipos de apps e uma empresa de análise, faz muito sentido — especialmente considerando nossas origens como uma startup. A maioria dos aplicativos listados já estão inativos, e outros estão em processo de descontinuação. Nós levamos as diretrizes das lojas de aplicativos muito a sério e fazemos um esforço combinado para respeitá-las — assim como quaisquer mudanças nessas regras que eventualmente sejam aplicadas.

O fato é que, agora, a Sensor Tower está numa sinuca de bico deveras espinhosa — e merecidamente. E quanto a nós, meros mortais, resta mais um aviso: nunca baixe aplicativos, especialmente aqueles que causam efeitos na sua navegação, de fontes que não sejam reconhecidas e confiáveis.

via iMore

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Produtos Apple (sistema operacionais em versão beta)

Saíram as quintas betas do iOS 13.4, do iPadOS 13.4, do macOS Catalina 10.15.4 e do tvOS 13.4 [atualizado 2x: watchOS 6.2]

Próximo Artigo
Apple representada no ranking da Fast Company

Apple cai de novo e agora é a 39ª empresa mais inovadora no ranking da Fast Company

Posts Relacionados