Os desenvolvedores do app NeoFinder descobriram recentemente um bug na ferramenta Captura de Imagem (Image Capture) do macOS que pode consumir, desnecessariamente, um grande espaço no armazenamento interno da máquina ao transferir fotos de um iPhone/iPad para o Mac.

Publicidade

De acordo com eles, o problema ocorre quando a ferramenta converte fotos HEIF (formato de alta eficiência do iOS) em arquivos JPG, enquanto a opção “Manter originais” está desativada. Nesse cenário, o app adiciona inexplicavelmente 1,5MB de dados “vazios” a cada uma das imagens importadas.

Captura de Imagem

Caso o usuário transfira 1.000 fotos, por exemplo, esse bug pode consumir até 1,5GB do armazenamento interno sem que você saiba exatamente o que está ocupando esse espaço.

É claro que isso é um desperdício colossal de espaço, especialmente considerando que a Apple ainda está vendendo novos Macs com um SSD ridiculamente minúsculo de 128GB. Um disco tão pequeno é rapidamente preenchido com dados vazios totalmente desperdiçados.

Os desenvolvedores contam que descobriram o problema por acaso enquanto trabalhavam no aprimoramento dos recursos de metadados do NeoFinder, a partir um editor hexadecimal. Vale ressaltar, porém, que o bug ocorre apenas ao transferir fotos de dispositivos Apple — ou seja, se você importa fotos de câmeras digitais usando o Captura de Imagem, não precisa se preocupar.

Códigos hexadecimais de espaços "vazios"

A equipe do NeoFinder disse que notificou a Apple sobre o problema, e os desenvolvedores sugerem que qualquer pessoa que possa ter sido afetada tente usar uma nova versão beta do utilitário GraphicConverter (pago), que inclui uma opção para remover os dados indesejados dos arquivos.

via MacRumors

Taggeado:

Posts relacionados

Comentários