O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Thunderbolt 3 do MacBook Pro
TechSpot

Baterias de futuros MacBooks e iPads poderão durar semanas

Como? Onde? Quando? Entenda agora

Se você chegou aqui pensando que a Apple está prestes a lançar novos MacsBooks e iPads com baterias que poderão durar semanas… também não é assim. Mas o futuro — ao menos no papel é promissor!

Publicidade

Uma nova patente concedida à Apple denominada “Dispositivo de computação portátil para controle de célula de combustível externa” (“Portable computing device for external fuel cell control”) revela que a Apple está investigando um tipo de tecnologia que poderia fornecer uma vida útil bem maior às baterias de MacBooks e iPads — além de torná-las ecologicamente mais sustentáveis.

Essa tecnologia, chamada “célula a combustível”, é composta por células galvânicas nas quais a energia de uma reação química é transformada em energia elétrica (por meio da geração de uma corrente). Atualmente, o único combustível que proporciona correntes de interesse prático é o hidrogênio — apesar de já existirem células que utilizam diretamente metanol como combustível (nesse caso, as correntes obtidas ainda são relativamente baixas).

Vale notar que a Apple não diz que as baterias dos seus futuros gadgets serão baseadas em células a combustível (de hidrogênio), mas lista exatamente por que chama a tecnologia de “promissora”.

Publicidade

As células a combustível de hidrogênio têm uma série de vantagens. Essas células podem potencialmente atingir altas densidades de energia volumétrica e gravimétrica, o que pode permitir a operação contínua de dispositivos eletrônicos portáteis por dias ou mesmo semanas sem reabastecimento.

Nem tudo são flores, porém: de acordo com a Apple, é “extremamente desafiador projetar sistemas de célula a combustível de hidrogênio que sejam suficientemente portáteis e econômicos para serem usados em dispositivos eletrônicos móveis”.

Não obstante, a patente contém muitas soluções possíveis para gerar energia, incluindo uma referência ao conector MagSafe. Em cada caso, porém, a ideia é que uma “pilha de células a combustível produza energia elétrica convertendo uma fonte de combustível em corrente elétrica e um produto residual”.

Além da alegação de que um sistema funcional como esse poderia alimentar um dispositivo “por dias ou até semanas”, não há estimativas exatas sobre quanto tempo a vida útil de baterias assim teriam — nem há qualquer indicação sobre o nível de avanço da pesquisa da Maçã sobre a tecnologia.

Publicidade

Resta-nos, como sempre, continuar torcendo para que a Apple continue melhorando a capacidade das baterias dos seus gadgets, seja com essa tecnologia da patente em questão ou não…

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Trabalhadoras numa fornecedora da Apple na China

Funcionários da Foxconn estão trabalhando 24h por dia na produção do "iPhone 12"

Próximo Artigo
Widgets do Widgetsmith na tela inicial

Fake news: não, widgets do iOS 14 não podem roubar os seus dados

Posts Relacionados