O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Chips M1 Pro/Max vieram para romper barreiras, dizem executivos da Apple

Eles detalharam a concepção dos processadores numa entrevista em um podcast
Chips M1 Pro e M1 Max

Os novos chips M1 Pro e M1 Max — que chegaram ao mercado equipando os novos MacBooks Pro — vieram para romper barreiras em relação ao que era antes possível. Foi o que disseram dois executivos da Maçã em uma conversa com Jason Snell e Myke Hurley, na mais recente edição do podcast Upgrade.

Publicidade

No papo, Tim Millet (vice-presidente de arquitetura de plataforma) e Tom Boger (diretor sênior de marketing de produto) discutiram o desenvolvimento e a concepção dos novos chips, afirmando que o grande objetivo da empresa era dimensionar significativamente o desempenho dos seus produtos, os levando a um novo nível — tanto para desenvolvedores quanto para profissionais.

De acordo com o AppleInsider, os executivos foram questionados se os dois novos chips deram mais trabalho para serem concluídos que o M1. Eles, como já era de se esperar, responderam que o peso de desenvolvimento foi significativamente maior no processador lançado no ano passado.

Isso é fácil de entender, já que a Apple vinha trabalhando no chip M1 há aproximadamente uma década, o que automaticamente fez dele uma base para os sucessores. Os executivos afirmaram que o M1 Pro e o M1 Max foram concluídos em um período muito menor, apesar de terem exigido um aumento na pesquisa e desenvolvimento.

Publicidade

Os dois ainda opinaram que os novos chips representam uma mudança de vida para usuários profissionais, que dependem do Mac para sobreviver. Segundo eles, os processadores vêm como uma espécie de “virada de jogo” em relação ao que era oferecido anteriormente.

Por isso queremos torná-lo o melhor possível, de todas as formas possíveis, o quanto pudermos.

Será que eles conseguiram?


MacBook Pro de 14 polegadas (miniatura)
MacBooks Pro de 14″ e 16″ de Apple Preço à vista: a partir de R$24.299,10
Preço parcelado: em até 12x de R$2.249,92
Características: M1 Pro ou M1 Max
Cores: cinza espacial ou prateado
Lançamento: 2021

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Backlight Mini-LED dos novos MacBooks Pro

Mini-LEDs dos MacBooks Pro custam até 5x mais que LEDs comuns

Próximo Artigo
Eddy Cue na Universidade Duke

Eddy e Paula Cue doam US$10 milhões à Universidade Duke

Posts Relacionados