O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Frame.io para Creative Cloud

Adobe inclui Frame.io na assinatura da Creative Cloud

A Adobe anunciou hoje que clientes do pacote Creative Cloud com o Premiere Pro e o After Effects inclusos em sua assinatura passarão a ter acesso completo ao Frame.io, a plataforma de revisão e colaboração para editores de vídeos comprada pela empresa no ano passado.

Publicidade

A novidade mira, principalmente, profissionais que tiveram que se adaptar ao trabalho remoto, o que tornou o workflow mais complicado para projetos colaborativos ou que precisam passar por uma revisão/aprovação antes de serem renderizados. Com a novidade, é possível compartilhar um projeto em andamento com qualquer pessoa apenas com um link.

O recurso conta com 100GB de espaço na nuvem e permite que o colaborador ou o revisor baixe projetos em progresso, deixe comentários na forma de texto ou desenhos em momentos específicos de cada vídeo, e aprove mudanças feitas pelo editor. Todos os comentários e observações feitas no projeto podem ser vistos diretamente na interface do Premiere Pro e do After Effects, agilizando a realização das mudanças solicitadas.

A novidade também inclui novo recurso Camera to Cloud, o qual permite enviar arquivos de vídeo direto para o editor mesmo que gravação ainda esteja sendo feita, permitindo, inclusive, a realização de alterações em tempo real. Essa ferramenta, contudo, só está disponível para câmeras compatíveis.

Novo visual e otimização

Além do Frame.io, a Adobe também aproveitou para atualizar o Premiere Pro com uma nova interface dotada de um visual repaginado, o que inclui mudanças nas telas de importação e exportação (que buscam melhorar a navegação) e uma nova barra de cabeçalho (que permite alterar rapidamente a área de trabalho).

Ademais, o Premiere Pro conta agora com uma ferramenta de correção de cores baseada em inteligência artificial (Auto Color), permitindo ajustes rápidos.

Publicidade

Já o After Effects, por fim, finalmente ganhou suporte nativo a máquinas equipadas com o chip M1 [Pro/Max/Ultra]. Segundo a Adobe, o software consegue agora renderizar projetos até 2x mais rápido e iniciar novos projetos até 7x mais rápido.

via The Verge

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Tim Cook em palestra da IAPP

Discurso de Tim Cook ressalta compromisso com privacidade

Próximo Artigo
Base One Max

Base da Nomad permite recarregar iPhone e Apple Watch juntos

Posts Relacionados