O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone, caneta e cartões
megaflopp / Shutterstock.com

Consumidores gastaram US$72 bilhões na App Store em 2020

Novo recorde, para a felicidade da Apple

Novos dados divulgados pela Sensor Tower revelam que consumidores gastaram um recorde de US$72 bilhões na App Store em 2020 — um aumento de 30% se comparado à arrecadação do ano anterior.

Publicidade

No geral, usuários da App Store e do Google Play gastaram quase US$111 bilhões em compras dentro de apps, assinaturas e em conteúdos pagos no ano passado — o que representa um crescimento de 30,2% em relação a 2019, quando as lojas de aplicativos geraram US$85,2 bilhões.

Gastos com apps em 2020

Além de jogos, os gastos na ‌App Store‌ se concentraram em apps da categoria “Entretenimento”, responsável por gerar, sozinha, US$5,3 bilhões. O TikTok foi o aplicativo não relacionado a jogos que gerou a maior receita‌ em 2020: US$1,2 bilhão, um crescimento de mais de 600% ao ano!

Receita de apps em 2020

O número de instalações de apps em 2020 também bateu recorde, com a ‌App Store‌ e o Google Play juntos alcançando a marca de 143 bilhões de downloads — um aumento de 23,7% em relação a 2019 e cerca de 14% maior do que o crescimento anual experimentado por ambas as lojas de 2018 para 2019.

Seguindo o mesmo caminho, a categoria de jogos também alcançou novos patamares, gerando US$79,5 bilhões em ambas as lojas de aplicativos durante 2020. Isso representou um aumento de 26% em relação ao montante gerado em 2019 e cerca de 71,7% do valor total de gastos com as lojas de apps.

Gastos com jogos em 2020

PUBG Mobile liderou a lista de games que mais faturaram em 2020 em ambas as plataformas, seguido por Arena of Valor (adaptação internacional de Honor of Kings) e Pokémon GO, compondo o Top 3.

Jogos que mais faturaram em 2020

A Sensor Tower observou que o mercado de telefonia móvel experimentou um “crescimento sem precedentes” em 2020, provocada pela pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) — a qual “mudou drasticamente as necessidades e o comportamento do consumidor” e, ainda, poderá até indicar uma “mudança permanente nos hábitos dos usuários”.

via iMore

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Monica Lozano

Monica Lozano entra para conselho de administração da Apple

Próximo Artigo
COVID-19

Rio de Janeiro anuncia app próprio de combate à COVID-19

Posts Relacionados