O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Mercado de tablets cresce 55%; Apple continua dominando

É bom se atentar ao crescimento dos Chromebooks, entretanto
Teclados para iPads

Entra trimestre, sai trimestre, e os iPads continuam sendo os reis do mercado de tablets sem grandes ameaças à sua posição. Os números mais recentes da IDC, referentes ao primeiro trimestre de 2021, reforçam este cenário — e confirmam a tendência de alta do segmento.

Publicidade

Segundo a firma, a venda de tablets cresceu 55,2% na comparação ano a ano, totalizando 39,9 milhões de unidades despachadas globalmente. A última vez que o mercado tinha crescido tão fortemente foi em 2013, quando os tablets ainda estavam em fase de crescimento — na época, o segmento subiu 56,9% na comparação ano a ano.

Neste cenário, a Maçã continuou nadando de braçada: foram 12,7 milhões de iPads vendidos no último trimestre — um crescimento de 64,3% em relação aos 7,7 milhões de unidades despachadas no primeiro trimestre de 2020. Com isso, a Maçã tem agora 31,7% do mercado de tablets, mantendo sua fatia de mercado basicamente estável.

IDC sobre mercado de tablets, primeiro trimestre de 2021

Samsung (8 milhões de unidades), Lenovo (3,8 milhões), Amazon (3,5 milhões) e Huawei (2,7 milhões) completaram o Top 5 — vale notar, entretanto, que Lenovo e Amazon tiveram um crescimento muito superior ao restante do mercado, mais que dobrando a venda de tablets no comparativo anual.

Chromebooks vendendo muito bem

Em uma nota relacionada, a IDC fez também um levantamento da venda de Chromebooks — um segmento que pode ameaçar os iPads e o mundo dos tablets em geral, especialmente em faixas mais básicas/intermediárias — e constatou um crescimento muito maior: os computadores viram um salto de 357% nas vendas em apenas um ano, com HP, Lenovo e Acer liderando o segmento.

Como já nos acostumamos, a justificativa para as vendas em alta está na COVID-19 e na quantidade cada vez maior de pessoas adotando esquemas de trabalho e estudo doméstico.

Publicidade

Segundo Anuroopa Nataraj, analista da IDC:

Por mais que as vacinas e o retorno ao trabalho em escritórios desacelere a tendência do home office, ainda estamos muito longe de um retorno às condições “normais” de trabalho, o que explica o fato de que a demanda por tablets, especialmente os destacáveis, deverá continuar em alta por um tempo. Entretanto, conforme os consumidores cada vez mais voltam suas atenções a outras categorias, como os notebooks finos e leves para trabalho/entretenimento ou os Chromebooks para educação, o futuro dos tablets continuará sob constante concorrência — deixando o trabalho pesado para marcas maiores como Apple, Samsung, Amazon e Microsoft.

Vejamos, portanto, como estaremos nos próximos trimestres.


iPad Pro (miniatura)
iPads Pro de 11″ e 12,9″ de Apple Preço à vista: a partir de R$9.719,10
Preço parcelado: em até 12x de R$899,92
Cores: cinza espacial ou prateado
Capacidades: 128GB, 256GB, 512GB, 1TB ou 2TB
Lançamento: abril de 2021
Geração: 3ª geração (11″) e 5ª geração (12,9″)

iPad Air
iPad Air de Apple Preço à vista: a partir de R$6.299,10
Preço parcelado: em até 12x de R$583,25
Cores: cinza espacial, prateado ouro rosa, verde ou azul céu
Capacidades: 64GB ou 256GB
Lançamento: setembro de 2020
Geração: 4ª geração

iPad de sétima geração
iPad de Apple Preço à vista: a partir de R$3.599,10
Preço parcelado: em até 12x de R$333,25
Cores: cinza espacial, prateado ou dourado
Capacidades: 32GB ou 128GB
Lançamento: setembro de 2020
Geração: 8ª geração

iPad mini (miniatura)
iPad mini de Apple Preço à vista: a partir de R$4.319,10
Preço parcelado: em até 12x de R$399,92
Cores: cinza espacial, prateado ou dourado
Capacidades: 64GB ou 128GB
Lançamento: março de 2019
Geração: 5ª geração

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão por cada venda concluída por meio dos links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple MacArthur Center

Apple Store no MacArthur Center fechará no dia 14 de maio

Próximo Artigo
Tom Hanks

Apple TV+ adquire "Finch", ficção científica com Tom Hanks

Posts Relacionados