O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Protesto contra o genocídio de uigures na China
Brian Minkoff / Shutterstock.com

Deputado pressiona Apple sobre trabalho forçado na China

O CEO1 da Apple, Tim Cook, está na mira do deputado americano Ken Buck devido a acusações de que empresas chinesas na cadeia de suprimentos da Maçã exploram a mão de obra uigur na região autônoma chinesa de Xinjiang.

Publicidade

Uma recente investigação conduzida por grupos de direitos humanos revelou evidências de trabalho forçado contra sete empresas chinesas — todas elas fornecedoras de peças e serviços para a Apple.

Estou profundamente preocupado com a potencial conexão da @Apple com os crimes horríveis contra a humanidade cometidos em Xinjiang. Hoje, enviei uma carta para @tim_cook exigindo respostas.

Na carta, Buck pede a Cook que esclareça a relação da Apple com cada empresa listada na investigação e forneça documentação relativa a auditorias internas sobre trabalho forçado ou abusos de direitos humanos relacionados a essas empresas.

O deputado solicita, ainda, uma “descrição completa” do processo que a Apple realiza para garantir que suas fornecedoras não explorem trabalhadores. Por fim, ele também quer saber como a Apple pretende manter as infrações relacionadas aos direitos humanos fora de sua cadeia de suprimentos.

Publicidade

Buck ecoou as declarações de Cook em uma audiência ao Comitê Judiciário da Câmara dos EUA no ano passado, quando o executivo chamou o trabalho forçado de “repugnante” e algo que a Apple “não toleraria”. Na época a fornecedora da Apple em questão, a O-Film, estava sendo investigado por supostas violações dos direitos humanos.

Vale notar que a Apple já se comprometeu a acabar com os abusos dos direitos humanos, incluindo trabalho infantil, más condições de trabalho e horas extras forçadas em instalações administradas por empresas chinesas. Para isso, a empresa mantém um código de conduta estrito nos fornecedores, financia auditorias regulares e divulga um relatório anual de responsabilidade de fornecedores.

Cook tem até o dia 15 de junho para prestar esclarecimentos sobre a questão.

via Daily Caller

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Wi-Fi

Novas brechas do Wi-Fi podem afetar a maioria dos dispositivos

Próximo Artigo
Bill e Melinda Gates

Xiaomi zomba do divórcio de Bill Gates usando… um iPhone

Posts Relacionados