O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Zane Lowe e Eddy Cue destacam vantagens do Áudio Espacial no Apple Music

Áudio Espacial no Apple Music

Com o lançamento do Áudio Espacial no Apple Music, era no mínimo esperado que alguns dos executivos mais conhecidos da Maçã comentassem a novidade e o que ela representa para a companhia.

Publicidade

Hoje, o apresentador e chefe de relações com artistas, Zane Lowe, explicou como a nova tecnologia transformará a experiência de fãs e artistas.

Primeiro foi o mono, depois o estéreo e agora o Áudio Espacial. [Trata-se de] uma experiência imersiva com o som movendo-se ao seu redor em diferentes direções. Só tivemos esse tipo de experiência antes no cinema. Você já se perguntou como isso funcionaria com a música? Eu já.

Ele contou que teve a oportunidade de experimentar o Áudio Espacial com os AirPods e, no começo, se sentiu confuso.

“Isso realmente funciona em AirPods? Quando é que eu pego meu carro e vou para algum tipo de sala com alto-falantes especiais?” E eles disseram, “Não, não — basta apertar o play.”

Lowe disse que, inicialmente, ouviu “Rain on Me” (de Lady Gaga) e “Black Skinhead” (de Kanye West), e ficou impressionado com a qualidade do Áudio Espacial. Ele também falou acreditar que “os artistas começarão a ouvir coisas que nunca ouviram antes”.

Publicidade

Como os artistas vão usar isso? Como Lil Baby vai usar isso? Como Olivia Rodrigo ou Peggy Gou vão usar isso? Como Frank Ocean vai usar isso? Eles vão começar a criar música com a ideia de um ambiente tridimensional, em oposição a esse ambiente de dois canais?

O apresentador disse, ainda, que a música nos tempos modernos sempre foi uma questão de inovação — de gravações em fitas até os iPods. Nesse sentido, ele aponta que, com o Áudio Espacial, “músicos, engenheiros e produtores têm essa nova ferramenta incrível para levar uma nova experiência 3D para milhões de pessoas”.

A partir daqui, vai ser uma jornada muito emocionante. Eventualmente, haverá novos artistas que nascerão na era do [Áudio] Espacial, assim como eu nasci em estéreo. Os artistas do futuro podem nem mesmo pensar em fazer um disco estéreo — porque tudo o que eles já conheceram é o [Áudio] Espacial. E fazer música espacial só vai ficar melhor.

Lowe também anunciou que a Apple lançará ferramentas para produção de músicas com Áudio Espacial no Logic Pro ainda este ano. Assim, qualquer músico poderá criar e mixar suas músicas com essa tecnologia pro Apple Music — seja no estúdio, em casa ou em qualquer lugar.

Eddy Cue: lossless e Áudio Espacial

O vice-presidente de software e serviços de internet da Maçã, Eddy Cue, também falou sobre o novo recurso de Áudio Espacial do Apple Music em uma entrevista para a Billboard.

Publicidade

Nela, o executivo da Apple comentou as diferenças do som sem perdas (lossless) e do Áudio Espacial, afirmando que o futuro da música não será a música sem perdas, e sim a segunda, que permite uma maior imersão.

Porque a realidade do som lossless é: se você pega 100 pessoas e pega uma música estéreo em lossless e pega uma música que está no Apple Music que está compactada, duvido que 99 saibam dizer a diferença.

Acho que certamente veremos cada nova música que sai muito rapidamente com Dolby Atmos, e você verá os artistas atualizando suas produções anteriores.

Em outro momento da entrevista, Cue falou sobre levar o Áudio Espacial para o CarPlay. Ele explicou que não é tão fácil quanto simplesmente “virar uma chave” para ativar o recurso, porque o próprio carro também precisa suportar o hardware necessário.

O executivo, entretanto, contou que experimentou o Áudio Espacial em carros usando hardware modificado e que foi “incrível”. Ou seja, vem coisa boa por aí.


Ícone do app Música
Música de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 2.6 (1.9 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ilustração do chip M1

Illustrator, InDesign e Lightroom Classic agora suportam o M1

Próximo Artigo
Apple TV+ e lançamentos do verão de 2021

"Foundation" e mais: as novidades da temporada no Apple TV+

Posts Relacionados