O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple TV+: por representação de deficiências auditivas, “CODA” ganha selo especial

A atriz Marlee Matlin, uma das protagonistas do longa, também recebeu um prêmio honorário por suas décadas de trabalho
"CODA", do Apple TV+

O filme “CODA”, do Apple TV+ (mas não no Brasil, vale notar), estreou com críticas extremamente positivas, chances reais de levar a Maçã à próxima temporada de premiações e muitos elogios à sua representação de pessoas com deficiências auditivas. Pois hoje, nesse sentido, a produção recebeu um dos maiores reconhecimentos possíveis.

Publicidade

O filme foi uma das cinco produções audiovisuais recentes a receber o Selo de Representação Autêntica da Ruderman Family Foundation, uma fundação sem fins lucrativos dedicada a defender a inclusão de pessoas com deficiências, seus direitos e sua representação de forma positiva e autêntica em filmes e séries.

Além do filme em si, a atriz vencedora do Oscar Marlee Matlin — que faz parte do elenco da produção e tem deficiência auditiva na vida real — recebeu o Prêmio Morton E. Ruderman da fundação, troféu honorário dedicado a pessoas que fazem a diferença para a representação de deficiências.

Sobre a conquista, Matlin afirmou o seguinte:

Publicidade

Inclusão absoluta e representação autêntica são duas coisas muito importantes para mim. Meu primeiro filme de longa-metragem, “Filhos do Silêncio”, foi o primeiro a trazer uma pessoa com deficiência auditiva num papel principal. Apesar disso ter sido há 34 anos, “CODA” quebrou mais barreiras no mundo dos filmes assim como minha primeira produção — desta vez trazendo não apenas um, mas três atores com deficiência em papéis principais, interpretando cada um desses papéis de forma autêntica. Espero que esse reconhecimento sirva de exemplo para mostrar que filmes podem ser escalados de forma representativa ao mesmo tempo em que mantêm seu valor de entretenimento e de mercado.

Além de “CODA”, receberam também o Selo de Representação Autêntica as séries “9-1-1” (Fox), “Everything’s Gonna Be Okay” (Freeform), além de “Eu Nunca” e “The One” (ambas da Netflix). Parabéns a todas as produções – e que o exemplo seja, de fato, seguido.

O Apple TV+ está disponível no app Apple TV em mais de 100 países e regiões, seja em iPhones, iPads, Apple TVs, Macs, smart TVs ou online — além também estar em aparelhos como Roku, Amazon Fire TV, Chromecast com Google TV, consoles PlayStation e Xbox. O serviço custa R$9,90 por mês, com um período de teste gratuito de sete dias. Por tempo limitado, quem comprar e ativar um novo iPhone, iPad, Apple TV, Mac ou iPod touch ganha três meses de Apple TV+. Ele também faz parte do pacote de assinaturas da empresa, o Apple One.


Ícone do app Apple TV
Apple TV de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.6.9 (888.8 KB)
Requer o iOS 10.2 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via Variety

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Watered

Promoções na App Store: Watered, GoodNotes 5, Movavi Screen Recorder e mais!

Próximo Artigo
Twitter

API do Twitter deixa bots menos limitados e ganha suporte a Super Follows

Posts Relacionados