O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Mark Zuckerberg
Forbes Brasil

Anunciantes trocam Facebook por Google, TikTok e outras redes

Anúncios mais precisos e preços menores estão entre os principais motivos para a debandada — que tem muita influência da Apple, é claro

No início do mês, o CEO1 da Meta, Mark Zuckerberg, afirmou que as mudanças de privacidade adotadas pela Apple no iOS e os novos regulamentos de proteção de dados na União Europeia poderão custar até US$10 bilhões para sua empresa ao longo de 2022.

Publicidade

Essa informação foi acompanhada de uma queda inédita no número de usuários ativos do Facebook, o que levou a companhia a perder mais de US$200 bilhões em valor de mercado na ocasião em poucos dias.

Contudo, de acordo com um novo artigo do The Wall Street Journal, essa perda parece se estender também para o número de anunciantes presentes na plataforma, cada vez menos satisfeitos com o alcance das propagandas na rede social.

Segundo o veículo, uma série de anunciantes que costumavam gastar cifras generosas em propagandas no Facebook e no Instagram, por exemplo, estão gradativamente redirecionando seus investimentos com publicidade para outras plataformas, como o Google, a Amazon e o TikTok — empresas com modelos de negócios menos suscetíveis ao impacto de ferramentas como a Transparência do Rastreamento de Apps (App Tracking Transparency, ou ATT), da Apple.

Publicidade

O Google, por exemplo, viu um crescimento de 36% nos seus ganhos com anúncios no quarto trimestre de 2021, o que representou um aumento considerável de US$43,3 bilhões em relação ao mesmo período do ano anterior. Eric Seufert, consultor de anúncios digitais da empresa, explicou que o método de coleta de dados da gigante de pesquisas, largamente baseado nos termos pesquisados pelos usuários e não no rastreio das atividades em suas plataformas, ajudou a empresa a atrair novos anunciantes com negócios online.

Empresas como Snap, Pinterest e TikTok também têm tentado capitalizar em cima do recuo da Meta, com algumas chegando, até mesmo, a oferecer incentivos para que outras companhias continuem aumentando os investimentos em suas plataformas.

O TikTok, mas especificamente, vem se consagrando como o destino preferido de muitas empresas interessadas em anunciar seus produtos na internet. De acordo com a empresa de pesquisas Tinuiti, a rede social chinesa tem cobrado preços abaixo dos praticados pela Meta para a veiculação de propagandas em seu app, o que, combinado com sua crescente popularidade, tem chamado a atenção de muitos negócios nos últimos tempos.

Publicidade

Amanda Siebert, cofundadora da Brows by Bossy, disse em resposta ao WSJ que sua empresa já chegou a gastar US$7 mil por dia em anúncios no Facebook, mas que reduziu seus gastos na rede social em 80% desde que a precisão do rastreamento na plataforma começou a cair — o que levou a Meta a aumentar seus preços nos últimos meses. Outros anunciantes também relataram um desempenho melhor de seus anúncios em outras plataformas.

De acordo com o artigo, a estratégia do Facebook para reverter essa situação tem sido, por enquanto, tentar convencer seus clientes de que os anúncios estão atraindo mais pessoas do que seus dados tem mostrado. Enquanto isso, a Meta vem trabalhando simultaneamente em novas tecnologias que prometem coletar a mesma quantidade de dados do passado, numa época pré-recursos de privacidade da Apple.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
PaperCal

Promoções na App Store: PaperCal, Hobbist, Plant with Care e mais!

Próximo Artigo
MM Fórum

MM Fórum: MacBook Air M1 com problemas, troca de placa-mãe e mais!

Posts Relacionados