O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone 11 Pro
Unsplash

Vendas de iPhones caíram 8% no 1º trimestre; tombo do mercado de smartphones foi de 20%

Isso, claro, foi causado principalmente pela pandemia do novo Coronavírus

No mês passado, comentamos várias pesquisas que revelavam uma queda nas vendas e na expressividade do mercado de smartphones durante o primeiro trimestre deste ano — uma situação causada, majoritariamente, pela pandemia do novo Coronavírus (COVID-19).

Publicidade

Agora, um novo estudo publicado pela Gartner não só mostra que houve uma queda, como também revela o maior tombo desse mercado já registrado. De acordo com eles, as vendas de smartphones caíram 20,2% no começo deste ano, para menos de 300 milhões de unidades.

A pandemia do novo Coronavírus causou o pior declínio do mercado mundial de smartphones. A maioria das principais fabricantes chinesas e a Apple foram severamente impactadas pelo fechamento temporário de suas fábricas na China e pela redução dos gastos dos consumidores devido às restrições de locomoção.

Como era de se esperar, a Maçã também surfou essa onda (e levou um caldo). Segundo a Gartner, as vendas de iPhones caíram 8,2% no primeiro trimestre de 2020 (em relação ao mesmo período do ano passado). Isso significa que a Maçã vendeu 40,9 milhões de dispositivos nesse período, ante 44,5 milhões nos três primeiros meses de 2019.

Tabela Gartner

Para a Gartner, o resultado da Maçã só não foi pior devido à loja online da companhia, a qual possui uma “grande capacidade de atendimento”. Além disso, eles destacaram o retorno da produção na China no fim de março, que contribuiu para “recuperar parte do impulso positivo inicial”.

Outras fabricantes de smartphones observaram quedas muito mais acentuadas nas vendas. A Samsung, por exemplo, viu o número de smartphones comercializados cairem 22,7%, enquanto a Huawei registrou uma queda de 27,3%. A Xiaomi foi a única companhia que, segundo a pesquisa, registrou um ligeiro aumento nas vendas (1,4%).


iPhones 12 Pro (miniatura)
iPhones 12 Pro e 12 Pro Max de Apple Preço à vista: a partir de R$9.899,10
Preço parcelado: em até 12x de R$916,58
Cores: grafite, prateada, dourada e azul-pacífico
Capacidades: 128GB, 256GB ou 512GB
Lançamento: outubro de 2020

iPhones 12 mini e 12 roxo
iPhones 12 mini e 12 de Apple Preço à vista: a partir de R$6.299,10
Preço parcelado: em até 12x de R$583,25
Cores: branca, preta, azul, verde, roxa e (PRODUCT)RED
Capacidades: 64GB, 128GB ou 256GB
Lançamento: outubro de 2020

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Render da família do "iPhone 12"

Produção do "iPhone 12" começará somente entre julho e agosto; investimento da Apple em telas microLED é detalhado

Próximo Artigo
Aplicativo Concertino

Concertino, cliente do Apple Music focado em música clássica, agora tem aplicativo próprio

Posts Relacionados