O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

EOTO
Bandeira da Índia no logo da Apple

Apple busca incentivos para fabricar iPads na Índia

O mesmo movimento feito pelo iPhone poderá ser repetido pelos tablets da Maçã

A Apple pode ter tido uma enorme dor de cabeça (já resolvida — ou assim esperamos) na Índia ao longo dos últimos meses, mas isso não significa que a Maçã esteja um pingo menos interessada em levar a fabricação de mais dos seus produtos para lá. As notícias mais recentes dão conta de que o próximo alvo de Cupertino nesse sentido são os iPads.

Publicidade

De acordo com a Reuters, a Apple iniciou conversas com o governo da Índia para a obtenção de incentivos fiscais que permitam à empresa levar parte da produção dos seus tablets ao país. A questão é que, até o momento, ninguém sabe se as negociações gerarão algum fruto — isso porque as exigências da Maçã são consideravelmente superiores em relação a outras empresas do ramo.

Explico: em 2016, o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, lançou um programa de incentivos para que fabricantes de smartphones levassem parte das suas produções para o país. A Apple se mostrou interessada e fez uma série de pedidos ao governo, quase todos negados; em ao menos um deles, entretanto, Modi cedeu às exigências da Maçã: a isenção da taxa de importação para peças do iPhone.

Com o acordo, a Apple começou a fabricar a primeira geração do iPhone SE numa fábrica da Wistron em Bengaluru. Na mesma instalação, já foram montados iPhones 5s, 7 e, mais recentemente, o iPhone SE de segunda geração.

Publicidade

Agora, a ideia do governo indiano é atrair para o país fabricantes de outros segmentos, como tablets e laptops — e a Apple está, mais uma vez, fazendo suas tradicionais exigências.

Os incentivos do governo, que durarão cinco anos e serão lançados já no fim deste mês, envolvem uma compensação às fabricantes com base em performance — isto é, para cada produto fabricado na Índia e exportado para outro país, a empresa receberá uma determinada quantia dentro de um orçamento máximo de 70 bilhões de rúpias (cerca de R$5 bilhões). A Apple, junto a algumas outras empresas, está fazendo pressão para que esse orçamento seja expandido para 200 bilhões de rúpias (quase R$15 bilhões).

A justificativa para esse aumento estaria no fato de que a Índia ainda não possui os mesmos recursos, a escala ou a cadeia produtiva para montar produtos tecnológicos com a mesma eficiência da China, por exemplo — os benefícios, portanto, teriam de ser bem vistosos para atrair a Apple e suas concorrentes.

Publicidade

Ainda assim, é evidente que a Maçã está de olho em um possível acordo com o governo indiano, afinal de contas, não é novidade para ninguém que Cupertino está no meio de um plano bastante concreto de diminuir sua dependência da China e variar mais a sua cadeia de fabricação de produtos em diferentes países da Ásia.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple Watch consertado pela Loja do Sapo

★ Quer economizar na hora de trocar o vidro do seu Apple Watch? Então se liga nessa dica!

Próximo Artigo
Google Meet

Google Meet ganhará reações por emojis e mais novidades

Posts Relacionados