O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Meta e Mark Zuckerberg

Apple chama Meta de hipócrita por taxa de 50% em compras no metaverso

A empresa-mãe do Facebook tem criticado severamente os 15-30% cobrados pela Maçã na App Store, mas cobrará uma taxa bem maior na sua plataforma de realidade virtual

Falamos agora há pouco sobre as ambições da Meta de ter seu “momento iPhone” com o vindouro dispositivo de realidade aumentada a ser lançado pela companhia. Por mais que essa perspectiva ainda não seja imediata, a empresa de Mark Zuckerberg já está com os dois pés afundados na ideia do metaverso — basta ver a mudança de nome anunciada no ano passado.

Publicidade

E, entre os “universos virtuais” prometidos e um ecossistema totalmente novo de interação digital que deverá ser cada vez mais divulgado pela Meta, um ponto parece ter chamado atenção da Apple: a taxa que Zuckerberg e sua turma cobrarão para que desenvolvedores vendam seus produtos digitais dentro da nova plataforma.

Mais precisamente, a Meta revelou que — ao menos nesta fase inicial — cobrará uma taxa de 47,5% para desenvolvedores que queiram vender bens digitais, como NFTs e outros tipos de produtos, dentro da Horizon Worlds, a plataforma de realidade virtual da empresa. A comissão é dividida em uma “taxa de hardware” de 30% e uma “taxa da plataforma” de 17,5%.

Para uma empresa que passou boa parte dos últimos anos apontando os 30% cobrados pela Apple na App Store como abusivos, a medida parece ser um tanto… contraditória. E foi exatamente isso que a Maçã destacou: em um email enviado ao MarketWatch, o porta-voz da empresa, Fred Sainz, classificou o comportamento da Meta como “hipócrita”.

Publicidade

Repetidas vezes, a Meta mirou na Apple por cobrar a desenvolvedores uma comissão de 30% por compras internas feitas na App Store — e ainda usou os desenvolvedores como bode expiatório em todas as oportunidades. Agora, a Meta pretende cobrar desses mesmos criadores uma taxa significativamente maior que qualquer outra plataforma. O anúncio da empresa coloca na mesa a hipocrisia da Meta e mostra que, ao mesmo tempo em que eles querem utilizar a plataforma da Apple sem pagar nada, também cobram alegremente dos criadores e desenvolvedores que usam a plataforma deles.

Apesar das críticas — que não vieram apenas da Apple, mas também da comunidade de criadores e desenvolvedores em geral —, a Meta não tem planos de baixar as taxas da Horizon Worlds, ao menos neste primeiro momento.

Segundo o vice-presidente Vivek Sharma, responsável pela plataforma de realidade virtual, a empresa vê a comissão de 47,5% como “bastante competitiva”. Outras plataformas de NFT, como a OpenSea e a LooksRare, cobram entre 2% e 2,5% pelas transações feitas em seus domínios.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Conceito de painel do "Apple Car"

"Apple Car" poderá ter sistema central integrado como o da Tesla

Próximo Artigo
"Metropolis"

Apple TV+: megaprodução "Metropolis" será filmada na Austrália

Posts Relacionados