O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Shutterstock.com
Pessoa sendo vacinada

Apple incentiva, mas não obrigará vacinação de funcionários (ainda)

A empresa iniciou uma campanha para aumentar a taxa de imunização na sua força de trabalho

A Apple está aumentando ainda mais os esforços para que todos os seus funcionários se vacinem o quanto antes. Pois agora, que a FDA (Food and Drug Administration, a “Anvisa dos EUA) começou a conceder aprovação definitiva de vacinas, é provável que mais pessoas se sintam mais confortáveis em se imunizar — e a Apple está agindo justamente para ampliar essa taxa entre sua força de trabalho.

Publicidade

Segundo as informações da Bloomberg, a Maçã montou uma página na web, exclusiva para seus funcionários, com informações sobre a variante Delta da COVID-19 e explicações sobre como as vacinas podem ajudar a prevenir sua disseminação. A empresa ainda enfatiza que a vacina da Pfizer/BioNTech recebeu aprovação oficial da FDA.

Também como parte da campanha, a Apple está promovendo palestras internas sobre a vacinação. Muitas delas são promovidas pela vice-presidente de esforços de saúde da Apple, Sumbul Desai, e por Kristina Raspe, vice-presidente de imóveis e instalações da empresa.

Um memorando enviado aos funcionários diz:

Publicidade

A Apple está pedindo a todos que têm acesso à vacina e podem ser vacinados que o façam o mais rápido possível.

Em parceira com a rede de drogarias Walgreens, a Apple também está oferecendo vouchers para que os funcionários e seus familiares se vacinem nas unidades da farmácia. Nos escritórios do Vale do Silício e do Texas, a Maçã montou locais de vacinação nos seus próprios espaços.

Apesar de ser um esforço enorme por parte da empresa, a Apple ainda não está exigindo que seus funcionários se vacinem para que retornem ao trabalho presencial — ao contrário de empresas como Google e Facebook.

Internamente, a Apple citou a privacidade dos funcionários como um motivo para isso. Além disso, alguns escritórios da Maçã se localizam em estados onde há uma maior resistência à vacinação, seja por motivos políticos ou ideológicos.

Contudo, a Apple quer que seus funcionários voltem a trabalhar presencialmente, mesmo que em um esquema híbrido. Ainda assim, os seus planos já foram adiados algumas vezes; agora, a previsão é apenas para janeiro de 2022.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Vídeo do Google Pixel 5a parodiando Jony Ive

Google tira sarro de Jony Ive em comercial do Pixel 5a

Próximo Artigo
Conversa bloqueada no WhatsApp Business para quem não aceitar nova política de privacidade

Termos do WhatsApp serão opcionais, mas não para o Business

Posts Relacionados