O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Recorte frontal no esquema do iPhone 12 Pro Max

Rumor: Face ID dos “iPhones 13” terá sensor menor

Nós já comentamos múltiplos rumores de que o recorte frontal (também conhecido como notch) dos futuros iPhones será consideravelmente menor em relação ao dos modelos atuais — e, de acordo com novas informações do DigTimes, a Apple pretende fazer isso usando um sensor significativamente menor para o Face ID.

Publicidade

Segundo a reportagem, a Apple teria conseguido reduzir o tamanho da matriz dos chips VCSEL1 — usados no scanner do Face ID — em 40-50%.

Isso, além de reduzir o tamanho do notch, permitiria à Apple integrar novas funções ao sistema de câmera/sensores do iPhone — mas não há informações do que a companhia poderia incluir. Além disso, a mudança também poderá ajudar a Apple a cortar custos de produção, já que mais chips poderão ser produzidos em uma placa.

Outra maneira de reduzir o tamanho do entalhe seria, como já comentamos, mover o alto-falante/microfone do notch para cima e combinar os componentes (atualmente separados) do Face ID para reduzir o tamanho total do recorte.

Publicidade

Segundo o DigiTimes, os novos chips (menores) do Face ID aparentemente serão usados em iPhones e iPads “lançados a partir do final de 2021” — presumivelmente os “iPhones 13” e uma futura geração do iPad Pro (que, vale notar, não tem notch porque sua moldura esconde todo o sistema TrueDepth).

iPhone 12 Pro iPhone 12 iPads Pro de 11″ e de 12,9″

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhone com ícones da App Store, da iTunes Store, do Música e do Spotify

Apple responde a reclamações anticompetitivas do Spotify e da Tile

Próximo Artigo
Google Chrome

Google Chrome ficará mais rápido no macOS, Windows e Linux

Posts Relacionados