O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Uigures detidos

Organização acusa Apple de ter ligação com trabalho forçado

A organização Campaign for Accountability (CfA) registrou recentemente uma queixa junto à Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos contra a Apple. A queixa faz parte do Tech Transparency Project (TTP), e alega que os produtos da Maçã são produzidos com o uso de trabalho forçado.

Publicidade

A queixa se baseia Lei Tarifária de 1930, a qual “proíbe a importação de mercadorias extraídas, produzidas ou fabricadas, no todo ou em parte, em qualquer país estrangeiro por trabalho forçado ou escravo — incluindo trabalho infantil forçado”.

Fazendo uso de registros de remessa e documentações chinesas, a CfA afirma que os uniformes dos funcionários de varejo da Apple são produzidos pelo Grupo Esquel, usando trabalho forçado em Xinjiang.

Já a Lens Technology, fabricante de lentes e outros componentes de vidro para iPhones, foi acusada novamente de estar utilizando trabalhos forçados de milhares de empregados chineses e uigures nas províncias de Hunan e Jiangxi.

Publicidade

A CfA ainda cita outras fornecedoras da Apple ligadas a uso de trabalho forçado, e diz que a empresa não deseja ou é incapaz de admitir o problema e de realizar investigações básicas sobre suas fornecedoras. Segundo o grupo, as repetidas alegações da Apple de ter “investigado exaustivamente” seus parceiros com queixas de trabalho forçado são questionáveis.

Não se sabe ao certo no que a queixa da CfA irá realmente desencadear. Contudo, essa não é a primeira vez que a organização vai em cima da Apple por questões polêmicas. Há alguns meses, ela acusou a Maçã de lobbying agressivo para barrar regulamentações da App Store e de permitir fácil acesso a pornografia na loja.

via PCMag

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Pré-venda do Apple Watch Series 7 poderá começar no dia 8/10

Próximo Artigo
BlueStacks X, streaming de jogos Android

BlueStacks X coloca jogos do Android em qualquer navegador

Posts Relacionados