O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone XR
Digital Trends

iPhones, Macs e mais: tudo que a Apple descontinuou em 2021

Vamos ao In Memoriam dos produtos da Maçã deste ano

As luzes de 2021 vão se apagando, mas antes de abandonarmos por completo o ano que passou, é hora de relembrarmos alguns dos produtos que a Apple deixou para trás ao longo das quatro últimas estações.

Publicidade

Vamos ao In Memoriam de Cupertino?

HomePod

A morte do HomePod original, anunciada em março último, foi possivelmente a mais surpreendente do ano. Tudo bem que o alto-falante já tinha quatro anos, mas esperava-se que ele recebesse um sucessor, e não a guilhotina.

É bem verdade que o HomePod nunca decolou, e seu preço inicial, de US$350, era considerado salgado — mesmo uma redução posterior, para US$300, não mudou muito o curso da vida do alto-falante. Além disso, ele nunca chegou a uma expansão realmente internacional, sendo vendido apenas em um punhado de países (Brasil, claro, não incluso).

Publicidade

Hoje, a família de alto-falantes da Apple é composta apenas pelo HomePod mini. Há rumores, ainda um tanto longínquos, de que o HomePod poderá ser ressuscitado em novos modelos com telas e câmeras, mas isso é uma perspectiva apenas para os anos que virão por aí.

iPhone XR

Outra despedida de 2021 foi a do iPhone XR, o primeiro smartphone que trouxe a “nova geração” da Apple (isto é, com notch e sem botão de Início) à faixa abaixo dos mil dólares. À época do seu lançamento, houve quem o chamasse de “flagship de entrada”, por manter muitas das especificações dos seus irmãos mais caros, os iPhones XS [Max].

iPhone XR

Sua vida foi relativamente longa: lançado em outubro de 2018, o aparelho passou três anos à venda, em faixas cada vez menores de preço. Seus sucessores — iPhone 11, 12, 13 — mantiveram a tradição das especificações quase topo-de-linha por um preço mais amigável, felizmente. Vida longa ao XR, portanto!

iPhone 12 Pro [Max]

Seguindo a esteira inevitável dos iPhones, os modelos 12 Pro e 12 Pro Max também foram extintos com a chegada da nova linha. Seus irmãos mais baratos, o iPhone 12 e o 12 mini, continuam vivos, vendidos numa faixa de preço mais barata.

Os iPhones 12 Pro [Max] merecem ser celebrados especialmente por seus avanços no universo das câmeras, pela chegada do scanner LiDAR e pelo 5G — por outro lado, eles fazem parte da inglória geração que inaugurou a tendência dos smartphones sem carregador na caixa. Um legado… misto, portanto.

iMac Pro

Quem também caiu no passaralho da Apple em 2021 foi o iMac Pro, o modelo mais avançado (até o momento, pelo menos) entre os desktops tudo-em-um da Apple.

iMac Pro de frente

Seu poder de fogo foi de fato elogiadíssimo pelos pouco mais de dois anos da sua existência, mas era hora da evolução: ainda equipado com chips Intel, o iMac Pro saiu de cena para dar lugar ao iMac de 24 polegadas com chip M1. Obviamente, a linha de desktops da Apple não parará por aí: já há rumores de que o iMac Pro será ressuscitado com chips M1 Pro/Max (ou mesmo um suposto “M1 Max Duo”). Aguardemos.

Acessórios na cor cinza espacial

Uma baixa relacionada à morte do iMac Pro foi o fim dos acessórios — Magic Keyboard, Magic Mouse e Magic Trackpad — na cor cinza espacial.

Mac mini cinza espacial com teclado, mouse e monitor pretos

Inicialmente disponíveis apenas com o próprio computador, os periféricos posteriormente passaram a ser vendidos de forma avulsa, mas tiveram suas vendas encerradas pouco tempo após a morte do desktop. Pelos comentários gerais, eles deixaram saudade. Concordam?

Apple Watch Series 6

A receita já é certa há alguns anos: um novo modelo do Apple Watch desponta no horizonte, e o seu antecessor imediato é descontinuado — ao contrário do highlander Apple Watch Series 3, que continua à venda como modelo de entrada. Em 2021, foi a vez do Apple Watch Series 6 de sair da vida para entrar para a história.

Apple Watch Series 6 azul

A esse ponto, as atualizações do Apple Watch são basicamente incrementais, então é difícil dizer se o Series 6 deixará uma marca específica no curso do tempo. Ainda assim, recursos como o oxímetro e a Tela Sempre Ativa são adições muito bem-vindas ao catálogo de atrativos do relógio da Maçã.


Por fim, também não esqueçamos da Beats, subsidiária da Maçã, que descontinuou três dos seus fones em 2021: o Powerbeats, o Solo Pro e o EP.

E aí, o que vai deixar mais saudade para você?

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Caixa do iPhone

Governo cobra resposta da Apple sobre iPhones sem carregador

Próximo Artigo
Funcionários de Apple Store

Juiz aprova acordo de US$30 mi em processo contra a Apple

Posts Relacionados