O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple adia entregas de MacBooks Pro para junho nos EUA

MacBook Pro de 16" com chip M1 Max
Foto de Jeremy Bezanger no Unsplash

Na última semana, trouxemos informações de que a Apple poderia sofrer com atrasos significativos na entrega dos seus produtos caso os mais recentes lockdowns na China, determinados pelo governo para conter a disseminação do novo Coronavírus (COVID-19) na região, durassem mais algumas semanas. Agora, segundo informações do Cult of Mac, a Maçã já parece estar sofrendo com as consequências dessa crise.

Publicidade

De acordo com o veículo, pessoas que compraram MacBooks Pro equipados com os chips M1 Max nos Estados Unidos em fevereiro começaram a ser notificadas pela Maçã sobre novos adiamentos nas datas de entrega, as quais agora podem se estender até junho — marcando um período de espera de impressionantes quatro meses pelos dispositivos! 😳

Os atrasos parecem afetar, pelo menos por enquanto, apenas MacBooks Pro “topo-de-linha”, principalmente se o notebook tiver sido personalizado pelo usuário na hora da compra.

Modelos adquiridos hoje nos EUA também estão previstos para serem entregues em junho, com as datas variando entre os dias 14/6 e 28/6. Modelos com os chips M1 Pro deverão ser entregues entre os dias 3 e 17 de junho.

Publicidade

No Brasil e em Portugal, as previsões de envio da Apple exibem datas semelhantes às da loja americana. Quem comprar um modelo personalizado, entretanto, poderá receber seu MacBook Pro apenas em julho, dependendo das especificações selecionadas.

Uma forma de contornar esses atrasos, pelo menos nos EUA, é optando por um MacBook Pro da loja de produtos recondicionados da Apple, a qual conta com datas bem mais curtas se comparadas as de modelos inteiramente novos (1-2 dias úteis). Contudo, a Apple oferece apenas alguns modelos equipados equipados com o chip M1 Pro atualmente.

Outra maneira de fugir dos prazos elásticos da Apple é optando por algum revendedor autorizado da Maçã, seja no Brasil, em Portugal ou nos EUA — por lá, inclusive, as parceiras da Apple fazem ótimas promoções, como estas que divulgamos recentemente.

Caso você queira comprar um MacBook Pro topo-de-linha com o chip M1 Max, esse é o caminho mais indicado até que a situação se normalize.

MacBooks Pro de 14″ e 16″

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Gmail no iPhone

Falha no app do Gmail permite troca fácil da senha do Google

Próximo Artigo
iMac transformado em monitor

YouTuber transforma iMac de 27" em monitor 5K

Posts Relacionados